Get 10% extra OFF on Porto Summer Sale - Use PORTOSUMMER coupon - Shop Now!

Capacitação profissional: como o investimento em cursos e treinamentos para funcionários impacta no sucesso das empresas

Capacitação profissional: como o investimento em cursos e treinamentos para funcionários impacta no sucesso das empresas

Aprender é verbo de movimento. Aprender é dinâmico e o aprendizado é contínuo. Da mesma maneira como o mundo se transforma e surgem novas realidades e demandas, o aprender também transita, também se move e deve acompanhar as evoluções e revoluções pelas quais passamos.

No universo do trabalho não é diferente. Diante das mudanças sociais, ambientais, econômicas e tecnológicas, e diante da necessidade de novas habilidades, o aprendizado e o investimento em capacitação profissional são cada vez mais incorporados pelas empresas que almejam a qualificação e a retenção de seus colaboradores e colaboradoras.

O aprendizado contínuo estimula as pessoas, mostra o interesse da corporação em olhar para suas equipes e desenvolvê-las e reflete em valorização dos recursos humanos. Por outro lado, as empresas ganham em produtividade e em competitividade ao contar com profissionais mais preparados, engajados e conhecedores de suas funções e atribuições.

Diante desse cenário, preparamos este artigo com alguns cases de empresas que investiram na capacitação de seus funcionários e funcionárias e são reconhecidas por esse posicionamento de marca. Acompanhe a leitura!

Escassez de talentos

Antes de apresentar os cases, no entanto, vamos falar um pouco sobre a questão da escassez de talentos, desafio que atravessa o mundo do trabalho contemporâneo. À medida que a demanda por habilidades específicas cresce – em razão da transformação digital, por exemplo – a escassez de competências se intensifica.

Dados coletados pela pesquisa do ManpowerGroup, em 2021, sobre escassez de talentos, mostram que:

  • Quase 7 em cada 10 (69%) os empregadores relatam globalmente dificuldade de contratação, a mais alta do que em qualquer momento desde que o ManpowerGroup perguntou pela primeira vez sobre a escassez de talentos em 2006;
  • Os empregadores europeus estão experimentando a maior dificuldade com as lacunas de habilidades mais proeminentes na França (88%), Romênia (86%), Itália (85%), Suíça (83%), Bélgica (83%) e Turquia (83%);
  • O menor reportado foi na China (28%), EUA (32%), Índia (43%) e África do Sul (46%).

Ainda segundo o relatório, de forma global, a escassez de talentos é sentida com mais intensidade em empresas maiores: 74% dos empregadores com um número superior a 250 e 72% empregando de 50 a 249 funcionários relatam dificuldades de recrutamento devido à falta de talentos qualificados.

Já em empresas menores, quase dois terços, 64%, empregando de 10 a 49 funcionários, estão enfrentando escassez de talentos. O índice permanece relativamente inalterado, 63%, quando se olha para microempresas que empregam menos de 10 pessoas.

Por que é importante investir em qualificação profissional?

Bem, diante do cenário de escassez de talentos, vale destacar que um dos setores mais impactados pela falta de mão de obra qualificada, no Brasil, é o industrial. Chega a ser um paradoxo, pois em um país com altíssimo índice de desemprego como o atual – cerca de 13,5 milhões -, metade das fábricas dizem ter dificuldades para encontrar mão de obra qualificada. Os dados são de um estudo da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Ainda em 2015, uma pesquisa realizada pelo Fórum Econômico Mundial mostrou o Brasil em 78º lugar na qualificação de mão de obra, entre os 124 países pesquisados, e em 15º da América Latina. Sem dúvidas, os números mostram a urgência do investimento em qualificação de profissionais.

Por isso, como dissemos no início deste artigo, muitas empresas têm olhado com mais atenção e investido na capacitação profissional de seus colaboradores com o objetivo de fortalecer e aprimorar os talentos internos. O aprendizado contínuo dentro do mundo corporativo leva a benefícios como:

  • assegura a qualidade das equipes;
  • engaja times;
  • reduz índices de turnover;
  • aumenta a competitividade;
  • melhora a produtividade;
  • melhorar o ambiente interno;
  • valoriza e estimula o profissional.

Cases de empresas que investiram na capacitação de seus funcionários e funcionárias

Agora, vamos aos cases de empresas que investiram na capacitação de seus colaboradores e colaboradoras e têm histórias de sucesso para contar. Veja a seguir:

1. OLIST

A Olist – startup de Curitiba que oferece soluções em venda online – possui a sua Universidade Olist, um programa interno de estudos que acontece duas vezes por ano.

A cada edição são promovidos mais de 20 cursos em diferentes áreas, como marketing digital, oratória, programação e e-commerce, ministrados pela equipe e por convidados externos.

Além disso, os alunos podem participar de cursos que não estão relacionados às suas funções atuais com o objetivo de adquirirem conhecimento pensando em uma possível mudança de carreira.

2. OMIE

Omie – plataforma de gestão em nuvem para pequenas e médias empresas – entende que, para assegurar o sucesso de sua atuação, a capacitação deve ser estendida aos seus parceiros e clientes.

Por isso, ela investe na Universidade Corporativa, que capacita os mais de 100 franqueados de sua rede para garantir acesso às soluções, aos valores e à cultura da empresa e para que sejam capazes de disseminá-los por todo o País.

Além disso, a Universidade também desenvolve colaboradores da Omie, com trilhas de aprendizagem que transmitem a história da empresa, conceitos importantes para garantir o sucesso das franquias, métricas de gestão e responsabilidade civil, entre outros assuntos.

3. BRQ Digital Solutions

A BRQ Digital Solutions – uma das maiores empresas de tecnologia do país – investe fortemente na capacitação de seus colaboradores. Seu time de tecnologia, por exemplo, conta com um Programa de Incentivo e Certificação, no qual a empresa reembolsa os profissionais que buscam certificação externa. Outra iniciativa é o programa Entrypoint, de formação para estagiários e trainees que recebem um treinamento técnico antes de iniciar os projetos.

A BRQ garante treinamento de soft skills para o time de backoffice e o Programa Evolua, direcionado ao desenvolvimento de liderança, com workshops e formação na metodologia Lean.

Encontros semanais com temas que vão desde tecnologia, à comunicação pessoal e planejamento financeiro também fazem parte do mindset da empresa. Por lá, os colaboradores têm espaço para ministrar cursos e palestras que, inclusive, podem ser abertas ao público externo.

4. Convenia

Criada com o objetivo de trazer alta tecnologia para o setor de recursos humanos, a startup investe de forma assertiva em ações internas, sejam de capacitação ou de integração de times.

Entres as iniciativas, estão o Convenia Talk, com mini palestras dadas pelos funcionários ou convidados; Convenia 360, na qual, semanalmente, todas as equipes se reúnem para trazer um panorama completo da empresa e o Convenia Academy, que oferece cursos online sem custo com assuntos sobre RH, gestão e liderança.

5. NTT Ltd

A NTT Ltd oferece cursos, mentorias, treinamentos, workshops e outras atividades com o intuito de incentivar seus colaboradores a buscar certificações necessárias para o desenvolvimento profissional.

6. Suzano

A empresa papeleira buscou, na região em que está sediada, a mão de obra necessária e soube perceber a necessidade de investir na qualificação desses profissionais. Então, para o preenchimento de parte das vagas, fez a seleção de 47 pessoas e firmou uma parceria com o Senai do município.

7. Ancar Ivanhoe

Aqui temos uma das maiores empresas de shopping center do Brasil, que apostou em uma universidade corporativa para fomentar o desenvolvimento dos seus colaboradores e estendê-lo a seus familiares. A UAI, Universidade Ancar Ivanhoe, possui cinco cursos exclusivos e 30 títulos de capacitação.

Os cursos para os colaboradores são 100% gratuitos e abordam e tratam de temas como: singularidade tecnológica e metodologias ágeis; cultura de dados; métodos inovadores; inteligência social; o papel da liderança diante das mudanças tecnológicas; desenvolvimento de mindset digital; diversidade; modelo canvas, entre outros.

8. Elektro

A Elektro possui a sua Educação Corporativa Elektro, uma área exclusiva para aprimorar as habilidades de seus colaboradores. Além disso, mantém vários outros programas que têm como propósito incentivar novos líderes e definir competências profissionais. E não para por aí. A Elektro tem ainda programas para premiar o esforço do público interno, homenagear colaboradores que se destacam e promover a saúde e bem-estar.

9. Caterpillar

Na fábrica da Caterpillar, há um Centro de Treinamento e Desenvolvimento, no qual são oferecidos aos mais de 4 mil colaboradores, cursos e programas voltados para a segurança e redução de riscos no trabalho. A empresa ainda faz a distribuição gratuita de medicamentos aos familiares dos colaboradores que são portadores de doenças crônicas.

10. WK Sistemas

A empresa, referência em softwares de gestão empresarial, capacitou pessoas que já tinham alguma experiência com desenvolvimento de sistemas nas linguagens e tecnologias usadas na empresa, e os selecionados foram contratados com carteira assinada e remunerados desde o primeiro dia do curso, que teve duração de três meses.

A WK também conta com um programa recorrente de estágio.

Fundação Vanzolini como parceira na capacitação profissional

Por fim, depois de conhecer um pouco sobre os cases de empresas que investem em capacitação profissional e expandem horizontes pessoais, e de entender a importância fundamental do aprendizado contínuo para melhor desempenho, saiba que pode contar com a Fundação Vanzolini como parceira nesta jornada.

A Fundação Vanzolini realiza convênio com empresas de médio e grande porte para concessão de descontos nos cursos que oferece. Assim, por meio de nossas iniciativas, queremos melhorar a eficácia do processo de desenvolvimento sustentável do país, incorporando uma abordagem sistêmica, integrada e eficiente de gestão de recursos junto às empresas e instituições.

Além dos cursos oferecidos, há a possibilidade de customizar os saberes na modalidade in company.

Nela, os cursos levam em consideração o perfil da instituição e são customizados a partir do elenco de ofertas da Fundação Vanzolini ou especialmente desenvolvidos para uma demanda específica.

» Para saber mais sobre os cursos e tirar dúvidas, acesse o site da Fundação Vanzolini.

» Para mais informações sobre o convênio com empresas, você pode enviar um e-mail para: cursos@vanzolini.com.br.

» Para receber mensalmente o boletim Educação Vanzolini com conteúdo sobre carreira e mercado, inscreva-se aqui.

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


chat icone

Posso
ajudar?

You've just added this product to the cart:

×