Get 10% extra OFF on Porto Summer Sale - Use PORTOSUMMER coupon - Shop Now!

Indústria 4.0: o avanço tecnológico transformando o mundo

Indústria 4.0: o avanço tecnológico transformando o mundo

O conceito pode ser aplicado nas mais diferentes verticais de mercado para trazer eficiência, qualidade, redução de custo, segurança operacional e sustentabilidade na operação das empresas.

A 4ª Revolução Industrial está acontecendo e trouxe consigo uma transformação radical na forma como são produzidos os bens de consumo e realizados os serviços necessários ao convívio em sociedade.

Pensando nisso, e para trazer mais clareza sobre o que engloba a Indústria 4.0, a Fundação Vanzolini realizou o webinarTecnologia para a Indústria 4.0”, com a participação dos professores Carlos Eduardo Gurgel Paiola e Ricardo Caruso Vieira, do ex-aluno Fernando S. Perasso e de Matheus Souza, gerente de Educação da Fundação.

Saiba como foi!

O que é a Indústria 4.0?

Conforme exposto pelo professor Paiola, ficaram evidentes as inúmeras possibilidades de aplicação do conceito de Indústria 4.0 nas mais diferentes vertentes de mercado existentes hoje. “Sempre com o objetivo de trazer resultados em termos de eficiência, qualidade, redução de custo, aumento de segurança operacional e sustentabilidade na operação das empresas”, pontuou ele.

O nome Indústria 4.0 vem da ideia de que estaríamos vivendo a 4ª Revolução Industrial:

A 1ª Revolução Industrial ocorreu no final do século 18 e está relacionada à introdução das máquinas movidas a vapor e a água. Ou seja, um processo mais mecanizado sucedeu a manufatura artesanal.

Já a 2ª Revolução Industrial deu início à produção em massa, com máquinas elétricas, no começo do século 20. A produção em série gerou produtos padronizados e com menor custo. Essa fase foi baseada principalmente na divisão do trabalho.

No início da década de 1970, a 3ª revolução industrial trouxe a automação da manufatura, a eletrônica e a Tecnologia da Informação e Comunicação – TIC.

Chegamos, enfim, à 4ª Revolução Industrial nos dias de hoje. Ela está baseada na adoção de tecnologias como a Inteligência Artificial, comunicação em rede, internet industrial IoT (internet das coisas) e uma série de outras soluções tecnológicas que estão mudando radicalmente a atividade produtiva global.

Essa forma de pensar a atividade produtiva nasceu na Alemanha, na primeira década deste século, há cerca de 10 anos, explicou o professor Caruso. Segundo ele, a ideia está associada ao pesquisador Klaus Schwab, presidente do Fórum Econômico Mundial, que desenvolveu uma pesquisa em que define bem essas transições tecnológicas e seus impactos na sociedade e nos modelos de relação de trabalho.

No entanto, as percepções sobre o que trata a chamada Indústria 4.0 são sempre muito diversas. Ao que parece, o conceito ainda não está muito claro, o que pode ser percebido no mercado, nos projetos e nas indústrias. Segundo Caruso, “isso traz uma complexidade enorme na implantação de projetos bem-sucedidos, o que dificulta o retorno esperado com o uso das tecnologias”.

Por outro lado, o que de fato todos buscam ao implantar um projeto desse tipo é ter um impacto positivo nos negócios relacionado aos resultados obtidos com uso da tecnologia.

Iniciativas de incentivo à Indústria 4.0

A partir da pesquisa realizada por Schwab, começaram a acontecer ações governamentais de incentivo a pesquisas acadêmicas e à criação de startups na Alemanha. O objetivo era evoluir a indústria alemã e torná-la tão competitiva quanto as indústrias orientais da China e Corea.

O nome Indústria 4.0 se tornou muito popular e iniciativas como essa apareceram no mundo inteiro, cada uma com seu nome. Nos EUA, por exemplo, foi chamada de indústria IoT (Internet of Things ou internet das coisas). No Brasil, foi chamada de Manufatura Avançada até 5 ou 6 anos atrás.

Essa diversidade de movimentos em todo o mundo trouxe um pouco da confusão em relação à conceituação do que é Indústria 4.0.

As tecnologias começaram a ter uma adoção massiva na área industrial recentemente. Elas habilitam o usuário e a empresa a realizar atividades que não conseguiam antes. “O conceito envolve dois pontos comuns: alto nível de integração entre sistemas, com o compartilhamento, armazenamento e análise de dados e as chamadas tecnologias habilitadoras, como o uso de soluções como inteligência artificial, robôs colaborativos, impressoras 3D, realidade aumentada, entre outras”, explica Caruso.

Contudo, mais importante que ter clareza do que se trata esse conceito, é entender como operacionalizar isso. Isto é, para quem quer desenvolver um projeto com adoção tecnológica na indústria ou seja um fornecedor de tecnologia que vai entregar esse tipo de projeto, quais decisões tomar?

De acordo com Perasso, o foco da 4ª Revolução Industrial está na melhoria da eficiência da produtividade e dos processos. Como trabalhar e tomar decisões de uma forma mais rápida e assertiva.

“Assim que assumi essa parte de TI em uma empresa, comecei a ter muito mais contato com os processos das tecnologias habilitadoras. Trabalhei na gestão da integração entre robôs, sistemas, internet industrial, impressoras 3D, realidade aumentada, big data e analytics. Aprendi que tudo isso possui uma estrutura separada e uma arquitetura muito robusta, em que são necessárias conexões mais fiéis e troca de informação sem perda de pacotes de dados e com muita segurança cibernética”, contou o ex-aluno da Fundação Vanzolini.”

Nesse sentido, o curso da Fundação Vanzolini sobre Indústria 4.0 aborda a visão de integração de informações do ponto de vista do negócio industrial, para organizar o pensamento nos chamados três eixos: vertical, horizontal e de inovação do produto. No vertical, a abordagem visa a integração de dados entre o negócio e a operação.

No horizontal, a integração de informações na logística entre fornecedores e clientes. Já, na inovação do produto, integra a relação entre fornecedores, processos produtivos e fatores de qualidade para organizar a cadeia logística de produção.

Por fim: você já está se preparando para alcançar novos padrões de competitividade com a Indústria 4.0? Conheça o curso Indústria 4.0: Conceito, Método e Aplicação Prática da Fundação Vanzolini.

 

Assista agora ao vídeo completo do webinarTecnologia para a Indústria 4.0

 

WEBINARS da Fundação Vanzolini, confira!

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


chat icone

Posso
ajudar?

You've just added this product to the cart:

×