Fundação Vanzolini

Inmetro

A acreditação é um processo que atesta a competência técnica, a imparcialidade e a operação consistente de um organismo certificador. No Brasil, o único órgão reconhecido pelo governo para credenciar organismos de avaliação de conformidade é a Coordenação Geral de Acreditação do Inmetro (Cgcre), responsável por aplicar auditorias e avaliações que garantam a excelência do serviço de certificação que será oferecido ao mercado. 

Como foi o processo de acreditação do Inmetro na Fundação Carlos Alberto Vanzolini? 

Para conquistar a credencial, a Fundação Vanzolini passou por uma avaliação sistemática da organização, considerando a gestão e a operação, além da capacitação do time de auditores e da equipe interna. Com a verificação da adequação, a instituição recebeu a acreditação, que é reconhecida em quase todo o mundo, e apoia empresas de diversos setores em seus processos de certificação.

Saiba mais sobre o INMETRO: https://www.gov.br/inmetro/pt-br

Certificação

Primeira no Brasil a certificar Sistemas de Gestão da Qualidade

A história da Fundação Vanzolini, como entidade certificadora, começou a ser concebida em 1988. Ao retornar de uma viagem à Inglaterra, o professor do Departamento de Engenharia de Produção, da USP, José Joaquim do Amaral Ferreira, atual presidente do Conselho Curador da Fundação, trouxe a ideia de que a entidade poderia aplicar no Brasil, a Certificação de Sistemas de Gestão da Qualidade da série ISO 9000.

Naquela época, as empresas brasileiras tinham dificuldade em exportar produtos por não seguirem especificações técnicas de qualidade, em gestão e produtos. Além de um contexto favorável, o professor sabia do interesse do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), em fazer com que a certificação de qualidade para empresas começasse a acontecer no Brasil.

Dessa maneira, decidiu abrir um projeto interno na Fundação Vanzolini. Com o sistema pronto, foi submetido à avaliação do Inmetro que, de imediato, o aprovou e credenciou a Fundação Vanzolini como entidade número 1 no Brasil, apta a certificar Sistemas de Gestão da Qualidade da série ISO 9000.

Em 1990, a Fundação Vanzolini concedeu a primeira certificação ISO 9001 à empresa Cimento Serrana.

Para ser competitiva a Fundação Vanzolini buscou parcerias externas e conseguiu trazer para o Brasil a Quality Management Institute (QMI). Também se associou a grandes redes internacionais, a Independent International Organisation for Certification (IIOC), que representava as certificadoras comerciais; e a The International Certification Network (IQNET), que abrange as certificadoras europeias, com um perfil parecido com o da Fundação Vanzolini.

Desde então, o pilar de Certificação tem se dedicado a aperfeiçoar e manter o nível de excelência nas áreas da Construção Civil, Saúde, Segurança da Informação, Sustentabilidade, Automobilismo, Alimentação e da Gestão da Qualidade.

Compromissos da Alta Administração

O objetivo principal dos serviços de avaliação da conformidade (certificação, inspeção, validação e verificação), realizados pela Fundação Vanzolini, é proporcionar confiança a todas as partes interessadas de que determinado sistema de gestão, produto (termo que inclui serviço ou processo), alegação de uma organização ou candidato a uma certificação de pessoa atende aos requisitos especificados. A confiança que a Fundação Vanzolini fornece está baseada na aplicação de diversos princípios, tais como o uso de processos documentados, a apresentação justa, a imparcialidade, a competência, a responsabilidade, a transparência, a confidencialidade, a capacidade de resposta à reclamação, a apresentação justa, a ausência de conflitos de interesses, a abordagem baseada em riscos, dentre outros.

Além dos princípios citados acima, a Fundação Vanzolini mantém os seus serviços acessíveis a todas as organizações e pessoas, independentemente do porte, setor ou capacidade financeira, cujos sistemas de gestão, produtos, alegações ou certificação profissional se enquadrem na lista de escopos acreditados e ou credenciados, na competência técnica disponível e na capacidade de desenvolvimento de novos serviços de avaliação da conformidade.

Dentre as partes com interesse na avaliação da conformidade, certificação, inspeção, validação, verificação e certificação profissional realizada pela Fundação Vanzolini, incluem-se:

a) Clientes (organizações ou pessoas que possuem certificados emitidos pela Fundação Vanzolini);
b) Clientes das organizações e pessoas certificadas;
c) Governo;
d) Organizações não governamentais;
e) Auditores, avaliadores ou inspetores;
f) Departamento de Engenharia de Produção da Escola Politécnica;
g) Professores da Universidade de São Paulo;
h)Universidade de São Paulo;
i) Colaboradores;
j) Acreditadores, credenciadores e proprietários de programas;
k) Consultores;
l) Organismos de normalização;
m) Organismos acreditadores internacionais: IQNET, ISQua, IATF, HQE, APMG, dentre outros;
n) Consumidores.

A Fundação Vanzolini se compromete, na pessoa do seu Diretor de Certificação, a organizar e conduzir os trabalhos de avaliação da conformidade, certificação, inspeção, verificação, validação e certificação profissional de forma imparcial, independente do controle daqueles que tenham direto interesse comercial e de quaisquer outros conflitos de interesse nos objetos da avaliação de conformidade, sem restringir ou condicionar as associações, organizações ou grupos, o acesso a serviços da Fundação Vanzolini, bem como atuar segundo os requisitos normativos aplicáveis.

Para garantir a operação de maneira consistente, a alta administração, representada pelo Diretor de Certificação compromete-se a desenvolver e implantar um sistema de gestão de acordo com os requisitos das normas ABNT NBR 17021-1, ABNT NBR ISO/IEC 17020, ABNT NBR ISO/IEC 17024, ABNT NBR ISO/IEC 17029 e ABNT NBR ISO/IEC 17065, para garantir a eficácia em atingir um atendimento consistente de seus requisitos.

Na eventual suspensão, redução ou cancelamento de uma acreditação ou credenciamento, a Fundação Vanzolini se compromete a informar esta condição e as consequências associadas aos clientes afetados, sem demora indevida, por meio de comunicação formal (e-mail, carta registrada ou outro meio pertinente). Compromete-se, também, a identificar e aplicar meios de remediar o impacto nas organizações clientes nos escopos relacionados com a referida acreditação ou credenciamento, executando a transferência do processo de avaliação da conformidade para algum outro organismo acreditado ou credenciado, de escolha da organização ou pessoa cliente.

A Fundação Vanzolini também assume o compromisso de permitir o acesso a todas as organizações acreditadoras e das que fornecem reconhecimento acerca das certificações e avaliações da conformidade realizadas pela Fundação Vanzolini,incluindo a Cgcre do Inmetro, IQNET (The International Certification Network), IATF (International Automotive Task Force), RMC (Registrar Management Committee), AAQG (Americas Aerospace Quality Group), ISQua (The International Society for Quality HealthCare), ONA (Organização Nacional de Acreditação), ANP (Agência Nacional do Petróleo), Secretaria Previdência ou outras para as quais a Fundação Vanzolini vier a solicitar acreditação ou reconhecimento.

Missão, visão e valores

Missão

Disseminar os conhecimentos correlatos à engenharia de produção e melhorar a eficácia do processo de desenvolvimento sustentável do país, incorporando uma abordagem sistêmica, integrada e eficiente de gestão de recursos junto a empresas e instituições, por meio dos serviços de avaliação da conformidade.

Visão

Ser o organismo de certificação brasileiro de referência.

Valores

• Independência;
• Imparcialidade;
• Competência técnica;
• Espírito cooperativo;
• Transparência;
• Confidencialidade;
• Vanguarda conceitual e tecnológica.

Política da Qualidade

Prestar serviços de avaliação da conformidade e correlatos, gerenciando os riscos inerentes ao negócio, fortalecendo a imagem e contribuindo para o atingimento dos objetivos estatutários e continuidade dos negócios da Fundação Carlos Alberto Vanzolini.
Os pilares de sustentação desta política são:

  • Fornecer serviços de avaliação e certificação da conformidade com total
    imparcialidade, independência, ética, agregando valor às partes interessadas;
  •  Inovar e contribuir para o desenvolvimento sustentável e disseminação de boas práticas de Governança, Ambientais e Sociais (ESG);
  • Atender os requisitos legais, normativos, regras, critérios, boas práticas e
    guias aplicáveis às atividades de avaliação e certificação da conformidade;
  • Formar continuadamente funcionários e colaboradores, desenvolvendo as competências necessárias às demandas do mercado e às boas práticas de conduta;
  • Melhorar continuadamente o desempenho e os resultados da unidade de
    negócio certificação.

Com 97% de conformidade em todos os requisitos, a Fundação mantém sua acreditação por mais quatro anos, consolidando seu elevado grau de capacitação e alinhamento às melhores práticas de avaliação da conformidade adotadas mundialmente.

A Fundação Vanzolini é uma referência como entidade certificadora no mercado. Além de ser membro da  IQNET – The International Certification Network – rede internacional de entidades certificadoras que garante aceitação internacional aos certificados emitidos por seus membros –, a Fundação também foi a primeira no Brasil a se tornar apta para emitir as certificações da série ISO 9000, para Sistemas de Gestão da Qualidade. 

Também foi o primeiro organismo acreditado pela Coordenação Geral de Acreditação do Inmetro (Cgcre) no Brasil e a única habilitada na América Latina pelo IATF (International Automotive Task Force) para atuar no segmento automotivo.

Criada em 1967 pelos professores do Departamento de Engenharia de Produção da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (POLI-USP), a Vanzolini foi ao longo dos anos construindo uma sólida reputação de excelência acadêmica e profissional. Sua ampla atuação é pautada pela tecnologia, qualidade de gestão e inovação em todos os seus serviços. 

Acreditada ISQua – The International Society for Quality in Health Care desde 2019, a Fundação Vanzolini passou recentemente pelo processo de recertificação, e foi recomendada mais uma vez como uma organização de avaliação da conformidade com elevado grau de capacitação e alinhamento às normas internacionais. 

Recertificação ISQua 

Ao receber 97% de conformidade em todos os requisitos, a Fundação Vanzolini acaba de conquistar a manutenção de uma de suas principais conquistas na área da Saúde: a acreditação ISQua, concedida pelo mais importante órgão internacional da área em avaliação de conformidade, o Conselho de Credenciamento do IEEA — The ISQua External Evaluation Association (Associação de Avaliação Externa da ISQua).

Foram avaliados diferentes processos como governança e gestão estratégica, operacional e financeira, gerenciamento de riscos e melhoria da qualidade, gestão de recursos humanos e gerenciamento de informações, além do processo efetivamente de condução das avaliações da conformidade e concessão de acreditação às organizações de saúde.

Como resultado desse processo, a Fundação recebeu sua re-acreditação da ISQUA – The International Society for Quality in Health Care (Sociedade Internacional de Qualidade em Cuidados para a Saúde).

“Ser novamente reconhecido pela acreditação da ISQua, e ainda mais com os resultados que obtivemos, é uma conquista memorável para a Fundação Vanzolini. Isso demonstra a robustez dos nossos processos e o quão madura, ao longo dos seus mais de 30 anos de história no ramo de avaliação da conformidade, a Fundação se mantém. Este resultado se reflete a todas nossas partes interessadas, que ao buscarem os serviços de acreditação da Fundação Vanzolini, têm a garantia de que receberão valor agregado de forma técnica, transparente e imparcial”, declarou Flávia Ferreira, Gerente de Qualidade da área de Certificação da Fundação Vanzolini. 

Sobre o processo de acreditação ISQua

A recertificação reforça ainda mais o papel da Fundação Vanzolini como uma das principais Instituições Acreditadoras Credenciadas pela ONA (Organização Nacional de Acreditação) no Brasil, que, por sua vez, comprova a qualidade de serviços de saúde e segurança do paciente de organizações prestadoras de serviços de saúde e também de serviços para a saúde.

Esse êxito confere à Fundação Vanzolini o reconhecimento internacional e atesta aos clientes um atendimento de alto nível por um organismo de avaliação da conformidade, levando à sociedade a confiabilidade necessária deste processo.

A certificação de componentes automotivos pode ser obtida de forma voluntária ou compulsória. Esta última forma se refere a quando um produto só pode ser comercializado se é certificado pelo órgão. A Fundação Carlos Alberto Vanzolini é credenciada para certificar empresas nesta modalidade, avaliando a documentação, o sistema de gestão e realizando o ensaio dos produtos, garantindo a emissão do certificado que permitirá o registro no Inmetro e a, assim, a oferta no mercado.

A Fundação Carlos Alberto Vanzolini oferece a certificação para os seguintes produtos:

Componentes para Motocicletas
Pneus Novos

Pneus novos destinados a motocicletas, motonetas, ciclomotores, automóveis de passageiros, inclusive os de uso misto e rebocados, veículos comerciais, comerciais leves e rebocados.

Com a certificação de Componentes Automotivos, sua empresa poderá obter o registro do Inmetro e alcançar novos clientes!

Validação para ofertar o produto no mercado
Maior credibilidade perante os clientes
Garantia de fabricação em conformidade com critérios de qualidade

Por que escolher a Fundação Vanzolini?

Pioneira em certificação no Brasil e referência no exterior
Criada e gerida por professores do departamento de Engenharia de Produção da POLI-USP
Comprometida com o desenvolvimento sustentável do país
Mais de 400 auditores e especialistas no Brasil, América do Sul, Europa e Ásia
Auditoria de riscos frequente para avaliação de imparcialidade dos avaliadores
Portfólio com mais de 70 normas de certificação nacional e internacional.

A verificação do inventário de gases de efeito estufa conforme o conjunto das normas ISO 14064 tem como objetivo promover a gestão estruturada das emissões de gases do efeito estufa, a partir da quantificação, monitoramento e plano de ação para reduzir os impactos ambientais. É aplicada em três partes principais:

  • Parte 1: estabelece requisitos para requisitos para contabilização das emissões;
  • Parte 2: estabelece requisitos para projetos relacionados às emissões de gases de efeito estufa;
  • Parte 3:  estabelece requisitos para verificação de conformidade à norma para planos de ação e projetos.

Com o inventário de gases de efeito estufa conforme o conjunto das normas ISO 14064, a sua empresa se alinha aos valores de responsabilidade ambiental e otimiza as operações com foco na gestão dos gases do efeito estufa.

Aumenta da credibilidade e da confiança com as partes interessadas
Tem a oportunidade de ingressar no mercado de carbono, transacionando créditos
Atrai investidores e clientes que valorizam a responsabilidade ambiental

A Fundação Carlos Alberto Vanzolini  atua como Organismo de Validação de Projetos de Carbono e Verificação de Inventários de Emissões de Gases de Efeito Estufa, sendo reconhecimento do Órgão Acreditador Cgcre/Inmetro. 

Conheça mais sobre a nossa atuação na certificação ISO 14064.

AtividadeSetoresDescrição dos setores
VerificaçãoGeração de energiaA Combustão de gás natural ou carvão, transmissão e distribuição de energia
 ManufaturaManufatura de equipamento eletroeletrônicos, maquinário industrial;
Processamento de Alimentos
 Extração de Óleo e Gás,
Produção e Refino, incluindo
Produto Petroquímicos
Produção de Petróleo e gás natural, gasodutos, e área da produção de produtos químicos orgânicos refinaria.
 Produção de MetalProdução de transformação de metais ferrosos;
Produção de alumínio (primário e/ou secundário);
Processamento de metais não ferrosos, incluindo produção de ligas;
Produção de coque;
Ustulação ou síntese de minério metálico, incluindo peletização;
Produção de ferro gusa ou aço, incluindo fundição contínua.
  Produção de clínquer e cal ou calcinação de dolomita e magnetita;
Vidro, Cerâmica e Lã mineral.
 Transações de Energia elétricaTransação de compra, transação de venda, transporte sobre rodas.
 Produção QuímicaProdução de Carbono Negro;
Produção de Amônia;
Produção de químicos orgânicos por craqueamento, oxidação parcial ou completa, ou processo semelhante;
Produção de Hidrogênio e síntese de gás por reforma ou oxidação parcial;
Produção de soda cáustica, carbonato de sódio e bicarbonato de sódio;
Produção de ácido nítrico;
Produção de ácido adípico;
Produção de glioxal e ácido glioxílico.
 Manuseamento e eliminação de resíduosTratamento de água e de resíduos;
Instalação de Aterros e Compostagem.
 Agricultura, Florestas e outros usos da TerraRemoção de CO2 da atmosfera por florestas e pastagens;
Emissões resultantes de ações como decomposição, colheita, conversão/desenvolvimento, fogo e escolhas de espécies.
 GeralServiço;
Educação;
Hospital;
Outros.

Por que escolher a Fundação Vanzolini?

Pioneira em certificação no Brasil e referência no exterior
Criada e gerida por professores do departamento de Engenharia de Produção da POLI-USP
Comprometida com o desenvolvimento sustentável do país
Mais de 400 auditores e especialistas no Brasil, América do Sul, Europa e Ásia
Auditoria de riscos frequente para avaliação de imparcialidade dos avaliadores
Portfólio com mais de 70 normas de certificação nacional e internacional.

O Programa Brasileiro de Etiquetagem de Edificações foi desenvolvido em parceria com o Inmetro e Eletrobras/PROCEL para atestar a eficiência energética de edificações, sejam elas públicas, comerciais, de serviços  ou residenciais, de acordo com requisitos técnicos e normas de regulamentação. 

Com este foco, o PBE Edifica etiqueta edifícios com a Etiqueta Nacional de Conservação de Energia (ENCE), a qual estabelece a eficiência energpetica em uma escala de “A” (mais eficiente) até “E” (menos eficiente). A etiquetagem favorece o melhor desempenho energético de imóveis e construções e estimula o consumo sustentável de energia. 

Escopo completo de etiquetagem com a Fundação Carlos Alberto Vanzolini

 

Desde 2014, a Fundação Carlos Alberto Vanzolini é um Organismo de Inspeção Acreditado (OIA) para realizar a avaliação e prover a etiquetagem do PBE – Edifica, abrangendo todos os escopos possíveis do programa, em todas as metodologias (Método Prescritivo e Método de Simulação), em todas as fases (Fase Projeto e Fase Edificação Construída), e para edifícios de todas as tipologias e finalidades cobertas pelo programa (comerciais, de serviços, públicos e residenciais). 

Veja os números da Fundação Carlos Alberto Vanzolini na avaliação e na certificação para o Programa Brasileiro de Etiquetagem de Edificações.

923 ENCEs do PBE Edifica concedidas*

 

*: dados até dez/23

Como obter a etiquetagem PBE Edifica? Confira os principais passos

Solicite a proposta de etiquetagem pelo e-mail certific@vanzolini.org.br ou, em caso de dúvidas, envie um e-mail para  pbe@vanzolini.org.br ou pbeedifica@vanzolini.org.b

Após todos os esclarecimentos, a Fundação Carlos Alberto Vanzolini emitirá uma proposta técnica-comercial

Envio de toda a documentação necessária pelo cliente

Planejamento e a realização da inspeção

Emissão do relatório e aprovação da Comissão Técnica

Emissão da etiqueta e comunicação ao Inmetro.

Todo o processo segue as regras do Manual da Qualidade da Fundação Vanzolini, em conformidade com a NBR ISO 17020, verificado periodicamente por auditorias do Inmetro/Cgcre, para a manutenção da acreditação. 

Por que escolher a Fundação Vanzolini?

Pioneira em certificação no Brasil e referência no exterior
Criada e gerida por professores do departamento de Engenharia de Produção da POLI-USP
Comprometida com o desenvolvimento sustentável do país
Mais de 400 auditores e especialistas no Brasil, América do Sul, Europa e Ásia
Auditoria de riscos frequente para avaliação de imparcialidade dos avaliadores
Portfólio com mais de 70 normas de certificação nacional e internacional.

Com foco em certificar construtoras que utilizam verba do Governo Federal para construção de habitação, o  Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat – PBQP-H criou o SiAC (Sistema de Avaliação da Conformidade de Empresas de Serviços e Obras da Construção Civil). 

Os requisitos promovem a otimização de processos, melhoria nas questões administrativas, além de fazer valer as exigências da ABNT NBR 15575, norma de desempenho que fomenta não apenas entregas de melhor qualidade, mas também gera maior competitividade no setor.

Além disso, a Certificação PBQP-H/SiAC permite a equivalência com a NBR ISO 9001 e com os demais Sistemas do PBQP-H, o Sistema de Qualificação de Empresas de Materiais, Componentes e Sistemas Construtivos – SiMaC e o Sistema Nacional de Avaliações Técnicas de Produtos Inovadores e Sistemas Convencionais – SiNAT. 

Certificação PBQP-H/SiAC com confiança e legitimidade

O processo de avaliação da conformidade e certificação deve ser conduzido por um Organismo de Avaliação da Conformidade (OAC) acreditado pela Coordenação Geral de Acreditação do INMETRO – CGCRE, em harmonia com o Sistema Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial – SINMETRO.

A sua empresa pode se certificar na  PBQP-H/SiAC em dois níveis:

Nível B

Certificação com menos exigências, indicada para empresas que estão em processo de implementação de um sistema de gestão da qualidade.

Nível A

Certificação que contempla todas as exigências do programa, recomendada para empresas que já têm um sistema de gestão da qualidade estruturado.

A certificação PBQP-H/SiAC apresenta requisitos para:

Conformidade com sistema de gestão da qualidade
Melhoria da qualidade dos materiais
Formação e qualificação da mão de obra
Padronização técnica
Avaliação de tecnologias inovadoras
Promoção da comunicação com todas as partes envolvidas

Por que escolher a Fundação Vanzolini?

Pioneira em certificação no Brasil e referência no exterior
Criada e gerida por professores do departamento de Engenharia de Produção da POLI-USP
Comprometida com o desenvolvimento sustentável do país
Mais de 400 auditores e especialistas no Brasil, América do Sul, Europa e Ásia
Auditoria de riscos frequente para avaliação de imparcialidade dos avaliadores
Portfólio com mais de 70 normas de certificação nacional e internacional.
Manual do Cliente

Manual do Cliente

Compartilhe:

As informações a seguir são orientações para o cliente sobre como funcionam as etapas que permeiam o processo de certificação, desde o início da solicitação de proposta até as regras para o uso da marca.

Em caso de dúvidas, mande um e-mail para certific@vanzolini.org.br ou fale por um dos telefones disponíveis em nossa página Contatos

Data de atualização: 12/04/23

CAP.01 - INSTITUCIONAL DA FUNDAÇÃO VANZOLINI
CAP.02 - A FUNDAÇÃO VANZOLINI É MUITO MAIS QUE UM ORGANISMO DE CERTIFICAÇÃO

Além da Certificação, conheça aqui as outras entregas da Fundação Vanzolini para a sociedade:

  • Educação
    • Cursos livres, Cursos In Company e Formação em Larga Escala com Tecnologia;
  • PD&I
    • Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação com foco em novos produtos, serviços e metodologias;
  • Soluções
    • Para os desafios de organizações, envolvendo tecnologia, inovação e implementação.
CAP. 04 - RELACIONAMENTO, CONTATO, E-MAIL E PROCESSOS

Com a finalidade de garantir o melhor contato possível entre a Fundação Vanzolini e o cliente, clique aqui para entrar em contato com os departamentos da Unidade de Certificação.

CAP. 05 - ETAPAS DO PROCESSO DE CERTIFICAÇÃO
Etapas Responsabilidade Detalhes
1 – Solicitação de proposta de certificação Organização Fazer solicitação por meio do preenchimento do formulário enviado pela Fundação Vanzolini ou fazer o download do formulário no site da Fundação Vanzolini, na internet. Em caso de dúvidas, contatar a Diretoria  de Certificação nos números disponíveis aqui
2 – Elaboração da proposta com as informações da organização Fundação Vanzolini Com base nos dados preenchidos e remetidos pela organização, a Fundação Vanzolini procede a sua análise crítica e encaminha a proposta de certificação.
3 – Envio da proposta Fundação Vanzolini A Fundação Vanzolini envia a proposta comercial.
4 – Aprovação da proposta Organização A aprovação da proposta deve ser feita no documento “Instrumento Particular de Contrato de Prestação de Serviços de Certificação” com as assinaturas e datas para a Pré-Auditoria / Auditorias Fase 1 e Auditoria Fase 2 (Certificação).
5 – Abertura formal do processo de certificação Fundação Vanzolini Após a aprovação da proposta, será feita a abertura formal do processo de certificação, que será confirmada à organização por e-mail.
6 – Confirmação formal das datas solicitadas Fundação Vanzolini A Fundação Vanzolini fará o agendamento da auditoria inicial, de acordo com a sugestão no aceite da proposta. Para o agendamento das auditorias de supervisão, a Fundação Vanzolini fará o contato com, pelo menos, três meses de antecedência. Contatos em relação às datas de auditorias deverão ser realizados com o Agendamento.
7 – Envio do contrato Organização No momento do aceite da proposta, a organização deverá encaminhar duas vias do Instrumento Particular de Contrato de Prestação de Serviços de Certificação assinado para a Fundação Vanzolini, Rua Camburiú, 255, Alto da Lapa – CEP 05058-020- São Paulo – SP, ou, quando aplicável, proceder com a assinatura eletrônica.
8 – Envio dos documentos solicitados Organização Para que o auditor possa elaborar o plano de auditoria, encaminhar todos os documentos solicitados à Fundação Vanzolini, dentro do prazo solicitado. Os documentos devem ser enviados para manual@vanzolinicert.org.br
9 – Análise de documentos Fundação Vanzolini
10 – Envio do plano de auditoria Fundação Vanzolini A Fundação Vanzolini enviará o plano de auditoria para que a organização conheça, com antecedência, as áreas e ou processos a serem auditados, bem como os horários. Essa atividade é repetida antes de cada evento de auditoria (pré, fase 1 e fase 2, supervisão)
11 – Pré-auditoria (opcional) Fundação Vanzolini A pré-auditoria não é obrigatória, mas é fortemente recomendada.
12- Fase 1 obrigatória Fundação Vanzolini Esta fase pode ser realizada juntamente com a pré-auditoria.
13 – Auditoria de certificação fase 2 Fundação Vanzolini A equipe auditora realiza a auditoria de certificação apresentando, ao final, o relatório de auditoria e sua recomendação.
14 – Envio do plano de ações corretivas (PAC) Organização Após o término da auditoria Fase 2, a organização deve enviar o Plano de Ações Corretivas.  (Submissão por e-mail para manual@vanzolinicert.org.br)
15 – Submissão do relatório para a Comissão Técnica Fundação Vanzolini / auditor Após o termino da auditoria, a equipe auditora submete a documentação com o seu parecer para a análise da Comissão Técnica.
16- Envio do plano de ações corretivas (PAC) Organização A análise da Comissão Técnica somente ocorre após o recebimento do Plano de Ações Corretivas e sua respectiva análise e ou aprovação por parte do auditor líder.
17 – Análise pela Comissão Técnica Fundação Vanzolini A Comissão Técnica realiza a análise do processo de certificação.
18 – Submissão do processo para o Diretor de Certificação Fundação Vanzolini Ocorrendo a ratificação do parecer da equipe de auditoria pela Comissão Técnica, o processo de certificação da organização é submetido para a deliberação do Diretor de Certificação da Fundação Vanzolini.
19 – Envio da Carta de Deliberação Fundação Vanzolini Após a deliberação do Diretor de Certificação, a organização recebe uma carta de confirmação da deliberação.
20 – Envio do certificado Fundação Vanzolini Após aprovação do Diretor, o certificado é encaminhado para a organização.
21 – Agendamento das datas das próximas auditorias Fundação Vanzolini Como forma da organização se planejar apropriadamente, após a certificação são informadas as datas padrões para as auditorias de supervisão.
CAP. 06 - INFORMAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PROPOSTA

É possível encontrar o Formulário de Proposta na página da certificação escolhida e, após preenchimento, o documento deve ser enviado para o e-mail certific@vanzolini.org.br

CAP.07 - EQUIPE AUDITORA E DIMENSIONAMENTO DE AUDITORIA

EQUIPE AUDITORA

A Fundação Vanzolini possui uma equipe de auditores constituída por profissionais com experiência comprovada e formação técnica em práticas de auditoria.

Todos seus auditores são graduados e são qualificados mediante avaliações.

Antes da elaboração de uma proposta comercial, a Diretoria de Certificação efetua a análise crítica da solicitação do cliente, garantindo, dessa forma, que os auditores que serão alocados para realizar os eventos de auditoria possuam a competência necessária.

Após o agendamento das auditorias e antes da realização dos eventos in loco, a Fundação Vanzolini disponibiliza o currículo do auditor, que apresenta sua competência e experiência. Caso exista algum impedimento por parte da organização com relação a algum participante da equipe auditora alocada, a organização deverá se manifestar, com a possibilidade, mediante análise e comprovação da procedência da restrição, alterar a equipe auditora.

A Fundação Vanzolini promove uma série de atividades com os auditores, de forma a garantir o mais alto padrão de qualidade em sua prestação de serviço. Dentre algumas dessas atividades, pode-se citar:

a) Treinamentos específicos;
b) Planejamento de competências para os auditores;
c) Monitoramento das atividades da equipe auditora, por intermédio do “Questionário de Avaliação de Auditoria nos clientes”, bem como monitoramento do processo de auditoria por Comissão Técnica independente.

CAP.08 - DEFINIÇÕES: NÃO CONFORMIDADE MAIOR, NÃO CONFORMIDADE MENOR E OPORTUNIDADE DE MELHORIA

Seguem, abaixo, as explicações das classificações adotadas para os desvios encontrados durante a auditoria:

Não Conformidade Maior:

Não conformidade que afeta a capacidade do sistema de gestão de atingir os resultados pretendidos.

Nota (exemplificativa): Não conformidades poderiam ser classificadas como maiores nas seguintes circunstâncias:

Se houver uma dúvida significativa e evidenciada sobre a existência de um efetivo controle de processo, ou de que produtos ou serviços atendem aos requisitos especificados.

Um número de não conformidades menores associadas ao mesmo requisito ou assunto poderia demonstrar uma falha sistêmica e, assim, constituir uma não conformidade maior.

Não Conformidade Menor:

Não conformidade que não afeta a capacidade do sistema de gestão de atingir os resultados pretendidos.

A equipe auditora pode identificar e registrar oportunidades de melhoria, definidas, conforme abaixo, exceto se isso for proibido pelo Procedimento Específico da norma de referência:

Oportunidade de Melhoria:

Situação evidenciada de conformidade ao requisito, porém com sinais de tendência de perda de eficácia ou de uma não conformidade futura.

Esclarecimentos:
1) Oportunidades de melhoria relatadas devem incluir evidências da conformidade ao requisito;
2) Não conformidades não devem ser relatadas como oportunidades de melhoria.

CAP. 09 - PERGUNTAS E RESPOSTAS MAIS FREQUENTES

Ao longo dos últimos anos, a Fundação Carlos Alberto Vanzolini tem catalogado as principais dúvidas dos clientes. Espera-se que a lista abaixo possa elucidar suas dúvidas.

1- Quando eu devo solicitar a pré-auditoria?                

Após a implementação do Sistema de Gestão, a organização deverá realizar, pelo menos, um ciclo de auditorias internas e análise crítica pela alta direção para solicitar a pré-auditoria.

2- Para que serve a pré-auditoria?

No início da década de 90, as organizações solicitavam a auditoria de certificação à Fundação Vanzolini sem nenhuma verificação prévia. Normalmente, os auditores detectavam problemas conceituais, como  a não aplicação de requisitos que influenciavam fortemente as questões ambientais. Nesses casos, a certificação não podia ser recomendada, causando transtornos para a organização e certa decepção. Muitas vezes, os problemas advinham de uma incorreta interpretação da norma para o setor de negócio da organização. Com essa experiência adquirida, os Organismos de Certificação em todo o mundo passaram a realizar análises prévias, a fim de diminuir os riscos de não certificação por problemas de adequação. Essas análises prévias são as chamadas pré-auditorias.

3- Como é feita a pré-auditoria?

Esse é o primeiro contato da equipe auditora com os responsáveis da organização que pretende se certificar, e serve para aproximar as duas instituições, a Organização e a Certificadora, diminuindo a ansiedade da organização. Na pré-auditoria são seguidas todas as etapas da auditoria de certificação: reunião de abertura, investigação, relato das não conformidades e reunião de encerramento. Caso a organização opte, o auditor da auditoria de certificação poderá ser o mesmo da pré-auditoria.

A pré-auditoria tem como objetivo analisar criticamente a adequação do sistema de gestão da qualidade. Isso significa que os procedimentos e documentação (inclusive documentações legais) serão verificados em relação a sua adequação à norma de referência.

Ao final da pré-auditoria, a organização recebe um relatório, contendo todos os itens que devem ser corrigidos, identificados na amostragem realizada na pré-auditoria.

 4- Qual é o prazo padrão entre a pré-auditoria e a auditoria de certificação fase 1 e fase 2?

Não existem prazos formais definidos. A data da auditoria de certificação fase 1 normalmente é agendada na continuação dos trabalhos desenvolvidos pela pré-auditoria. Se a pré-auditoria e a auditoria de certificação fase 1 não detectaram problemas graves, demonstrando que o sistema está implementado, a auditoria de certificação fase 2 pode ser realizada a qualquer momento, necessitando, apenas, de confirmação da disponibilização de auditores que possam auditar esse tipo de negócio.  Se, ao contrário, a pré-auditoria detectar muitos problemas, que precisam de mais tempo para serem corrigidos, cabe apenas à organização definir o prazo necessário para estar preparado para a auditoria de certificação fase 2.

Recomenda-se o prazo de um mês entre a auditoria fase 1 e a auditoria de certificação fase 2.

5- No meu orçamento consta uma pré-auditoria de um dia. Eu acho que é pouco. Posso solicitar mais um ou dois dias de pré-auditoria?

Sim. A carga horária definida no orçamento é a mínima necessária para avaliar os itens principais da norma. Caso a organização deseje uma análise mais aprofundada, a carga horária da pré-auditoria pode ser aumentada. Haverá um aumento proporcional no preço do evento.

6- Posso optar por não realizar a pré-auditoria?

Sim. A Fundação Vanzolini recomenda fortemente a realização da pré-auditoria, porém, se a organização tem muita segurança na adequação e conformidade de seu sistema de gestão, não há problema algum em realizar a auditoria de certificação fase 1 sem a pré-auditoria.

7- O que é a auditoria de certificação fase 1?

A auditoria de certificação fase 1 é uma atividade que tem como principais funções:

a) verificar a documentação do sistema de gestão da qualidade;

b) avaliar a localização da organização e as condições específicas do local, além de avaliar com o pessoal da organização o grau de preparação para a auditoria fase 2;

c) analisar a situação e a compreensão da organização quanto aos requisitos da norma, em especial com relação à identificação e controle dos aspectos significativos, atendimento legal, auditoria interna e análise crítica do sistema de gestão;

d) coletar informações necessárias em relação ao escopo do sistema de gestão;

e) analisar a alocação de recursos para a Fase 2 e ajustar com a organização os detalhes da auditoria Fase 2.

8- Quem faz parte da equipe auditora?

A equipe auditora normalmente é formada por um ou mais auditores. Esses auditores são profissionais com experiência em auditorias e conhecimento no ramo de atividade da organização. Normas internacionais adotadas pela Fundação Vanzolini garantem que o auditor possui conhecimento do ramo do negócio a ser auditado.

9- Se o auditor não achar desvios na pré-auditoria, já posso receber o certificado?

Não. A pré-auditoria tem objetivo distinto da auditoria de certificação. A pré-auditoria tem como objetivo verificar se a organização atende a alguns requisitos principais do sistema de gestão e não tem abrangência de amostragem necessária para confirmar a implementação completa de todos os requisitos da norma de Sistema de Gestão da Qualidade.

A verificação da implementação dos requisitos do Sistema de Gestão da Qualidade e das disposições planejadas é feita, em parte, na Auditoria de Certificação Fase 1 ( aprox. 20 %) e, em parte, na Auditoria de Certificação Fase 2 (aprox. 80%), que não podem ser dispensadas de forma alguma.

10- Como saberei que áreas serão auditadas na pré-auditoria  e ou auditoria de certificação fase 1, auditoria de certificação fase 2 e auditoria de supervisão?

Após o recebimento dos documentos solicitados, a equipe auditora elabora um plano de auditoria, contendo os processos a serem auditados e horários que serão avaliados. O plano é enviado com sete dias de antecedência, para que a organização possa se preparar para receber a equipe.

11- Por que devem ocorrer auditorias de supervisão (acompanhamento) nas instalações da empresa?

A finalidade das auditorias de supervisão é garantir que o sistema de gestão certificado continua atendendo aos requisitos da norma do Sistema de Gestão da Qualidade e as disposições planejadas. As auditorias de supervisão devem ser realizadas, no mínimo, uma vez por ano. A data das auditorias de supervisão não deve ultrapassar 12 meses, a partir da data de concessão do Certificado.

12- Posso ter acesso ao currículo do auditor?

Sim. Ao receber o plano de auditoria, o nome dos auditores é informado ao cliente. Basta consultar o endereço eletrônico citado na folha de rosto do plano de auditoria para que a organização possa acessar os currículos dos auditores.

13- Quais são os possíveis resultados de uma auditoria de certificação fase 2.

A equipe auditora, com base nas constatações da auditoria, pode tomar as seguintes decisões:

  • Recomendação da certificação (mediante apresentação de um plano de ação para as não conformidades menores eventualmente detectadas);
  • Recomendação da certificação com auditoria de follow-up (in loco ou documental) para as não conformidades menores críticas;
  • Recomendação da certificação com auditoria extra nos requisitos considerados críticos;
  • Não recomendação da certificação.

14- Para a recomendação da certificação, é necessária uma auditoria documental ou in-loco para fechar as não conformidades menores? Em resumo, posso ser certificado com não conformidades menores, cujas ações de correção ainda não estejam finalizadas?

Desde que não existam não conformidades maiores detectadas pela equipe auditora, é possível obter a certificação com não conformidades menores, ainda sem as ações de correção implantadas. A Fundação Vanzolini aceita para as não conformidades menores um plano de ação corretiva, não incorrendo em custos extras para o cliente.

Na auditoria seguinte, será verificado o tratamento das não conformidades menores. Esse é um ponto importante que diferencia a metodologia da Fundação Vanzolini em relação às demais certificadoras.

15- O que é a “recertificação”? Ela é obrigatória?

 Antes do término da validade do Certificado da organização, o Sistema de Gestão da Qualidade necessita ser reavaliado de forma completa, para que a certificação seja renovada. Esse evento é chamado de auditoria de “recertificação”. A auditoria de “recertificação” é obrigatória, se a organização pretende continuar certificada.

16- O que é a Comissão Técnica?

A Comissão Técnica é um grupo de pessoas devidamente qualificadas e independentes, que tem como função avaliar todo o trabalho da equipe auditora e confirmar ou não a conclusão das auditorias emitidas pela equipe de auditores.

São objetivos da Comissão Técnica: garantir a confiabilidade, imparcialidade e qualidade de todo o processo.

17- Essa Comissão se reúne de quanto em quanto tempo? Onde?

A Comissão Técnica apresenta rapidez e agilidade nas suas decisões, analisando os relatórios de auditoria, semanalmente, nas instalações da Fundação Vanzolini. Como é uma Comissão formada por brasileiros e que se reúnem no Brasil, o processo de decisão é rápido, o que encurta o tempo entre a auditoria e a emissão dos Certificados.

18- O que é IQNET e o que significa o certificado IQNET     ?

A IQNET      é uma rede internacional de entidades certificadoras, estabelecida na Suíça, com a participação de certificadoras do mundo inteiro. As certificadoras que fazem parte da rede da IQNET      respondem por, aproximadamente, 30% dos certificados emitidos no mundo.

A Fundação Vanzolini é membro pleno da IQNET  e é o único organismo de certificação brasileiro escolhido para fazer parte dessa entidade.

Um certificado IQNET      significa um reconhecimento mundial, pois as principais certificadoras do mundo fazem parte da rede  e podem, caso seja necessário, emitir certificados conjuntos com base na análise feita pela Fundação Vanzolini no Brasil.

20- O que significa acreditação junto à Cgcre?

Ter a acreditação junto à Cgcre significa que existem os seguintes controles sobre a atuação da Fundação Vanzolini, dentre outros estabelecidos em norma:

  • Verificação contínua da capacitação das equipes auditoras por meio de auditorias periódicas;
  • Verificação contínua do cumprimento do dimensionamento mínimo para as auditorias, conforme regras definidas pelo IAF;
  • Verificação contínua sobre a isenção e postura ética do organismo certificador.

 Mais informações podem ser obtidas no site: www.inmetro.gov.br

 21- Posso usar a marca de certificação no meu produto?

Não. Existem regras que devem ser seguidas no uso da Fundação Vanzolini e da marca de certificação. A Fundação Vanzolini define um procedimento que deve ser seguido pela organização certificada.

Neste manual, no capítulo 11, trata-se especificamente das regras para uso da marca. Consulte!

22- Sou obrigado a usar a marca da Fundação Vanzolini quando anunciar ao mercado minha certificação?

Ao contrário de alguns organismos de certificação, a Fundação Vanzolini não obriga que a organização utilize o selo da Fundação Vanzolini em suas propagandas, ainda que recomende fortemente sua aplicação. A organização é livre para comunicar a certificação, dentro de regras internacionais e nacionais vigentes. Contudo, é vedada a criação de selo ou marcas próprias para este fim, podendo incorrer em violação de marcas já registradas.

 23- A Fundação Vanzolini pode fornecer consultoria para implementar o Sistema de Gestão da Qualidade?

Não. Conforme regras internacionais e regras éticas internas da Fundação Vanzolini, não existe a possibilidade de fornecimento de serviços de consultoria para implementação de qualquer norma que a Fundação Vanzolini certifique.

A Fundação Vanzolini também não recorre a subterfúgios para tal atividade como uso de organizações coligadas ou controladas.

A Fundação Vanzolini atua como parceira das organizações de consultoria, reconhecendo, incentivando e até atualizando-as; nunca atua como concorrente.

24- Quais são os critérios para escolher uma certificadora e avaliar as propostas?

 Na sua escolha, leve em consideração (não necessariamente nesta ordem):

  • Se o organismo de certificação é acreditado pela Cgcre ou organismo de acreditação signatário do acordo de reconhecimento mútuo (MLA) do International Accreditation Forum – IAF, e que atende, portanto, às normas e regulamentos que lhe permitam auditar e conceder certificações (acreditadas) de sistemas de gestão;
  • Competência dos auditores;
  • Se o organismo de certificação cumpre os critérios estabelecidos pelo IAF, quanto ao dimensionamento das auditorias e quanto à qualificação dos auditores, em relação ao escopo da certificação;
  • Não restringir a seleção e contratação pelo critério de menor preço, garantindo uma análise mais ampla, como teor inteiro da proposta, custos explícitos, impostos incluídos e histórico de certificações realizadas;
  • Avaliar se, na proposta comercial, o número de homens-dias para a realização dos serviços está compatível com o volume e a complexidade do serviço.

25- Posso utilizar o símbolo da ISO e o nome “ISO” estampado em meus produtos?

Não! O símbolo da ISO, e a marca “ISO” são marcas registradas que possuem regras próprias para a sua utilização. Por favor, verifiquem no link, informado abaixo, as regras de sua utilização, de forma a não incorrer em qualquer penalização:

http://www.iso.org/iso/home/name_and_logo.htm

26- No caso de outras dúvidas, a quem devo consultar?

Fale conosco pela área de Contatos.

CAP. 10 - CONFIDENCIALIDADE, IMPARCIALIDADE, TRANSPARÊNCIA, RESPOSTA ÀS RECLAMAÇÕES, AUDITORIA TESTEMUNHA, E AUSÊNCIA DE CONFLITO DE INTERESSE

A Fundação Vanzolini, ao longo do processo de certificação, pode ter acesso às informações confidenciais relativas à organização (ex.: projetos, tecnologia, mercado de atuação, fornecedores, etc.) e aos seus processos produtivos e administrativos.

Todo o pessoal que trabalha na Diretoria de Certificação da Fundação Vanzolini e também os auditores, que são profissionais contratados para um determinado serviço, assinam o código de conduta, que estabelece os procedimentos de trabalho, incluindo vários princípios relacionados ao sigilo, à confidencialidade e à ausência de conflito de interesse. A organização deve se comprometer também a adotar medidas que impeçam quaisquer ameaças à imparcialidade da equipe auditora.

As informações sobre a organização não são reveladas a terceiros sem o consentimento, por escrito, do cliente. Caso a lei exija que tais informações sejam dadas ao conhecimento de terceiros, o cliente é formalmente informado, conforme estabelecido na lei.

A organização deve informar ao organismo de certificação, sem demora, das questões que possam afetar a capacidade do sistema de gestão de continuar a atender aos requisitos da norma usada para certificação.

A organização deve concordar e franquear o mesmo acesso dado ao auditor da entidade certificadora à equipe avaliadora do organismo acreditador, caso seu processo seja amostrado para auditoria testemunha. Se mudanças ocorrerem, deve oferecer uma justificativa apropriada.

A organização deve demonstrar capacidade de resposta às reclamações sempre que acionada por partes interessadas ou organismo certificador.

CAP. 11 - REGRAS PARA O USO DA MARCA

– Fundação Vanzolini / IQNET

A organização cujo Sistema de Gestão (Qualidade) possui os Certificados emitidos pela Fundação Vanzolini e IQNET está autorizada a usar a marca de certificação da Fundação Vanzolini/IQNET (selo), observando-se que:

1.A marca de certificação da Fundação Vanzolini/IQNET de Sistema de Gestão deve ser usada:

  • Com o nome da organização certificada (e da divisão, se necessário);
  • Com o número do Certificado (opcional);
  • Fazendo referência à norma aplicável;
  • Dentro do período de validade do Certificado;
  • Dentro do escopo ou área certificado;
  • Utilizado pela organização certificada (o responsável legal);
  • Respeitando as regras quanto às cores, distâncias e tamanhos previstos neste documento.
  • Sem qualquer mudança.

 

2. A marca de certificação da Fundação Vanzolini/IQNET pode ser utilizada para fins comerciais, aparecer em documentos usados nas correspondências da organização, na internet e em propaganda. Ela não deve ser utilizada em declarações que ultrapassem o escopo dos Certificados da Fundação Vanzolini e IQNETIQNet, principalmente nos casos onde há cobertura parcial dos Certificados com relação à totalidade da linha de produtos/serviços da organização. Em caso de dúvida, o escopo do SG – Sistema de Gestão deverá ser especificado.

3. As declarações da certificação devem indicar que os produtos/serviços referidos são procedentes de uma organização cujo Sistema de Gestão (Qualidade) foi certificado pela Fundação Vanzolini e IQNET e não podem ser utilizadas nos produtos e em suas embalagens e devem conter a referência a identificação da organização certificada.

4. É vedado o uso da marca de certificação Fundação Vanzolini/IQNET diretamente no produto e na sua embalagem.

5. Na utilização da marca de certificação da Fundação Vanzolini/IQNET, a organização certificada deverá observar os princípios da concorrência honesta. A organização certificada deverá impedir qualquer uso ou declaração a respeito daà marca de certificação, que seja inaceitável pela Fundação Vanzolini e IQNET.

6. A organização certificada receberá uma cópia reproduzível da marca de certificação (selo). A organização certificada não está autorizada a fazer qualquer alteração gráfica na marca de certificação da Fundação Vanzolini / IQNET (inclusive cores) sem a concordância por escrito da Fundação Vanzolini. Alterações nas dimensões da marca de certificação são aceitáveis, desde que mantidas as proporções e a legibilidade do selo.

7. O uso da marca de certificação da Fundação Vanzolini/IQNET é restrito às organizações certificadas e o direito de uso desta não deve ser transferido para terceiros ou substitutos, nem ser objeto de cessão ou aquisição ou de qualquer medida compulsória.

8. Laboratórios de calibração e ensaios certificados não podem dar a entender a seus clientes que a certificação equivale a acreditação com base no ABNT ISO IEC 17025. Os laboratórios não podem utilizar a marca de certificação da Fundação Vanzolini/IQNET nos Laudos/Certificados, entregues aos seus clientes.

- Certificado IQNET

9. O certificado IQNET é baseado na auditoria e certificação realizada pela Fundação Vanzolini, ou sob sua coordenação, e é emitido por esse membro em nome da IQNET . A certificação IQNET foi instituída em função da mútua confiança entre os membros, resultante da avaliação entre seus pares, da cooperação e da assinatura do acordo multilateral IQNET Multilateral Agreement (MLA) de reconhecimento mútuo de Certificados.

10. Em razão de a Fundação Vanzolini ser membro da IQNET a organização certificada recebe o Certificado IQNET .

11. A responsabilidade principal pela emissão do Certificado IQNET é da Fundação Vanzolini.

12. Caso a Fundação Vanzolini deixe de ser membro da IQNET , o Certificado IQNET da Organização deixará de ser válido e será recolhido pela Fundação Vanzolini, no prazo de 30 dias.

- Marca de Acordo Multilateral IAF

13. A Organização cujo Sistema de Gestão possui os Certificados emitidos pela Fundação Vanzolini não tem a permissão de uso do símbolo do IAF, que é impresso no Certificado recebido, uma vez que a permissão de uso foi concedida especificamente para a Fundação Vanzolini em seu uso como organismo acreditado.

- Quadro Geral de Uso da Marca

Como meio de melhor elucidar a marca de certificação da Fundação Vanzolini/IQNET para indicar quando um produto foi feito sob um sistema de gestão da qualidade, a tabela abaixo indica as permissões, e restrições, de uso da marca de certificação fornecida da Fundação Vanzolini e no uso de declarações usadas para a divulgação da certificação:

Local de UsoNo produto e nas suas embalagens (primária e de transporte)Veículos de transporte, uniformes, fachadas (desde que não seja o produto e dentro do escopo coberto pela mesma)Em panfletos, catálogos, websites, documentos de vendas etc., para divulgação da certificação (desde que não seja o produto e dentro do escopo coberto pela mesma)
Uso da Marca Sem declaraçãoNão permitidoPermitidoPermitido
Uso da Marca Com declaraçãoNão permitidoPermitidoPermitido
Uso somente da declaraçãoPermitido na embalagem de transportePermitidoPermitido

 

Modelo de declaração que pode ser utilizada:
“Este produto foi fabricado pela organização (identificar a organização) cujo sistema de gestão da qualidade é certificado pela Fundação Vanzolini, com referência na NBR ISO 9001:15”

O Termo “fabricado”, para organizações de serviço, pode ser adaptado aos termos utilizados no segmento da organização.

Qualquer intencional ou flagrante violação culposa das providências acima resultará na revogação da concessão dos Certificados. O direito de uso da marca de certificação termina na não renovação ou anulação da concessão dos Certificados da Fundação Vanzolini e IQNET, depois do devido procedimento administrativo aplicável para tal situação.

CAP. 12 - RECLAMAÇÃO E APELAÇÃO

As reclamações dos clientes da Fundação Vanzolini podem ser documentadas e encaminhadas através do questionário de avaliação entregue ao final de cada auditoria realizada, ou mediante qualquer outro meio.

Todas as reclamações são analisadas criticamente e são tomadas as devidas ações de melhoria e/ou ações corretivas.
Caso a organização não concorde com as deliberações da Fundação Vanzolini, ela poderá iniciar um processo de apelação, dirigido ao nível competente da Fundação Vanzolini.

Após análise, a decisão será informada à organização.

É possível, também, entrar em contato diretamente pelo e-mail saccert@vanzolini.org.br.

CAP.13 - SUSPENSÃO, CANCELAMENTO, REDUÇÃO OU AUMENTO DE ESCOPO, INCLUSÃO OU EXCLUSÃO DE SITES

A Fundação Vanzolini possui regras claramente estabelecidas para suspensão ou cancelamento da certificação. Tais regras estão definidas nos contratos firmados entre as partes.

A qualquer momento a organização poderá solicitar a redução ou aumento do escopo de certificação, devendo contatar a área comercial da Fundação Vanzolini.

As inclusões ou exclusões de sites também podem ser realizadas durante a vigência do contrato, devendo a organização manifestar seu interesse junto à área comercial da Fundação Vanzolini.

Importante: Em caso de suspensão, cancelamento ou término do contrato de certificação com a Fundação Vanzolini, a organização deve retirar de sua propaganda, sitio na internet ou outro meio de comunicação que tenha utilizado a marca e referência à Fundação Vanzolini da certificação do seu Sistema de Gestão. O direito de uso da marca de certificação termina na não renovação contratual ou anulação da concessão dos Certificados da Fundação Vanzolini e IQNET.

CAP. 14 - CRITÉRIOS PARA REEMBOLSO DE DESPESAS DIRETAS

Ao final da auditoria, o auditor líder apresentará à organização os comprovantes das despesas da equipe auditora, juntamente com o formulário “controle de despesas”, preenchido para aprovação. O valor total das despesas deverá ser reembolsado à Fundação Vanzolini que efetuará o reembolso ao auditor.

Obter uma certificação sustentável para um empreendimento, como a Certificação AQUA-HQE™, é essencial para impulsionar qualquer negócio nas construções civis.

Manter boas práticas ambientais permite que a empresa ganhe um bom destaque no mercado, já que os consumidores avaliam esse fator no momento da decisão de compra. A Certificação AQUA-HQE™ tem um desempenho prático real, e se destaca em comparação às demais certificações de sustentabilidade.

O movimento sustentável tem ganhado cada vez mais relevância na vida e nas escolhas das pessoas. O apelo que os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável traz para proteger o meio ambiente e o clima, e também para garantir que as pessoas, em todos os lugares, possam desfrutar de paz e de prosperidade, já fazem parte do dia a dia das empresas e das pessoas.

Para que a empresa possa mostrar que está de acordo com as práticas sustentáveis desde sua construção, é essencial buscar as certificações sustentáveis ideais para o seu tipo de negócio. Acompanhe a leitura para entender melhor sobre a Certificação AQUA-HQE™.

Como obter certificações sustentáveis?

Para iniciar o processo de escolha de uma certificação de sustentabilidade em construções, é importante ter em mente que existem vários tipos de certificações. Portanto, é fundamental realizar uma análise do seu negócio para entender qual se adequa mais às suas atividades.

Ao realizar a escolha, é necessário avaliar o quanto a certificação está de acordo com as tendências mundiais. Dessa forma, analisar o quanto a certificação está alinhada com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU e com os conceitos ESG são questões fundamentais no processo decisório.

Durante a análise dos custos, atente também aos custos indiretos e aos benefícios e retornos que eles podem trazer. Em muitos casos, a adoção de uma certificação exigirá que a empresa realize mudanças em processos e, em alguns casos, na cultura da empresa.

O que é sustentabilidade na construção civil?

A sustentabilidade na construção requer que se adote uma visão global e multitemática, considerando a qualidade de vida, o desempenho econômico, governança e a redução dos impactos ambientais ao longo do ciclo de vida, incluindo as etapas de construção, uso e fim de vida dos empreendimentos.

Certificação AQUA-HQE™ é uma das principais certificações de construção sustentável. Foi lançada no ano de 2008 pela Fundação Vanzolini e segue trazendo eficiência no cuidado com o meio ambiente em construções brasileiras até os dias de hoje.

Certificação AQUA-HQE™ pode ser aplicada a edifícios, planejamento urbano e infraestruturas, em todas as fases do ciclo de vida – construção, renovação e uso.

A visão global e multitemática da Certificação AQUA-HQETM combina qualidade de vida, respeito ao meio ambiente, desempenho econômico, gestão e governança, para uma vida sustentável consistente com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e com os princípios ESG das Nações Unidas.

Mais de 230 mil projetos já foram certificados no mundo e, no Brasil, mais de 14 milhões de m² construídos já obtiveram a certificação AQUA-HQE™.

Quais os benefícios das certificações sustentáveis para a construção civil?

As certificações de construções sustentáveis representam um grande diferencial para o seu projeto, fortalecendo a credibilidade da empresa responsável pelas operações, além de atestar a responsabilidade social e ambiental do empreendimento.

De acordo com dados divulgados pelo Conselho Brasileiro de Construção Sustentável, a construção civil é responsável globalmente por 30% da geração de lixo sólido, 20% do consumo de água e 35% de todo o consumo de energia, desde a extração das matérias primas, construção, uso e fim de vida dos empreendimentos.

Logo, as certificações sustentáveis são essenciais para a preservação do planeta, já que estabelecem normas que auxiliam na redução dos impactos negativos causados pelas obras no meio ambiente.

Como a certificação AQUA-HQE™ pode impulsionar negócios sustentáveis?

Certificação AQUA-HQE™ é capaz de impulsionar negócios sustentáveis de diversas formas, trazendo benefícios tanto ao empreendedor quanto ao consumidor. Confira a seguir algumas destas vantagens:

Valor agregado ao empreendimento

O principal benefício da Certificação AQUA-HQE™ é a garantia de um empreendimento de alta qualidade ambiental, auxiliando na conservação dos recursos naturais.

O certificado oferece a garantia de que o projeto será realizado visando os menores impactos possíveis no meio ambiente, promovendo maior qualidade de vida para a geração atual e as futuras.

Representa um grande diferencial no mercado

As organizações se beneficiam bastante em relação à diferenciação do portfólio, como  um melhor relacionamento com os órgãos ambientais e comunidades, além de também promover uma aceleração nas vendas.

Os consumidores estão prestando cada vez mais atenção na agenda ambiental das empresas, tornando essa temática um dos fatores principais para a decisão de compra.

Gera economia

De acordo com diversos empreendedores da área, um projeto realizado com a Certificação AQUA-HQE™  ainda costuma sair mais barato em comparação aos projetos que não possuem a certificação, pois é a única que requer um sistema de gestão do empreendimento, para garantir o planejamento, controle e monitoramento, desde as fases iniciais e ao longo de todo o ciclo, permitindo as escolhas mais sustentáveis e econômicas para o projeto e para o processo de execução.

Cases da Certificação AQUA-HQE™

Até o mês de setembro de 2023, a Fundação Vanzolini tinha o total de 927 edifícios certificados. Confira os dados:

Além disso, também foram certificados:

Resultando em 16,3 milhões de m² certificados. Isso inclui edifícios residenciais e não residenciais, bairros e loteamentos e até mesmo infraestruturas portuárias.

Como obter a certificação AQUA-HQE™?

Para obter a Certificação AQUA-HQE™, os empreendimentos em construção e em operação devem passar por rigorosas auditorias periódicas, a fim de garantir o cumprimento de todas as normas.

Os empreendimentos são avaliados pelos parâmetros, considerando desempenho do edifício e critérios de gestão e governança. Isso garante melhor adequação entre cada critério diferente e o modelo de negócio.

Um dos segredos do sucesso em obter a certificação AQUA-HQE™ é começar cedo. Por exemplo, para empreendimentos no ciclo construção, a Certificação AQUA-HQE™ deve ser considerada logo no início do processo de desenvolvimento do projeto.

Conforme o projeto evolui, o empreendedor deve realizar uma autoavaliação dos requisitos. Essa autoavaliação é muito importante no processo de aprendizagem, aquisição do conhecimento e identificação de lacunas no projeto.

No final de cada etapa, a autoavaliação é submetida a auditorias de terceira parte independente, realizadas pela Fundação Vanzolini.

No caso dos edifícios em fase de construção, as análises passam por três etapas: fase pré-projeto, projeto e execução. Nos prédios em operação, podem ser realizadas de três a quatro auditorias, em ciclos de três a cinco anos.

AQUA-HQE™: garantindo a sustentabilidade do negócio

O movimento sustentável é irreversível e tem se refletido cada vez mais em políticas públicas, regulamentações, normas e nas necessidades e expectativas das pessoas.

Assim, na hora de escolher a certificação, escolha uma certificação que ajude sua empresa a estar na corrente principal da sustentabilidade e a prever as mudanças que vem por aí. É essencial que os negócios sigam as práticas ESG, promovendo maior responsabilidade social e ambiental.

Para garantir uma alta qualidade ambiental em construções, é fundamental dar início ao processo de obtenção da certificação AQUA-HQE™, para beneficiar tanto o empreendedor quanto os consumidores.

Certificações

Certificação de produtos e sistemas de gestão para organizações e instituições privadas e públicas.
A Fundação Vanzolini é acreditada pelo InmetroISQua pelo IEEA e faz parte da rede IQNET 

Nossas credenciais
USP
Inmetro
IQNET
HQE™
IEEA
Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação
Council for Six Sigma Certification
P&D E INOVAÇÃO

Além do setor privado, a Fundação Vanzolini também tem ampla experiência em projetos de  PD&I, que abrangem o setor público, para que a inovação e a sustentabilidade cheguem como solução para problemas urgentes da sociedade.

setor público

Com a finalidade de atender às demandas da sociedade, a Fundação Vanzolini apoia programas e projetos relacionados à Gestão Pública, em parceria com entidades governamentais.

Notícias

Confira aqui todas as publicações, clippings, comunicados ao mercado e trabalhos realizados pela Fundação Vanzolini