Get 10% extra OFF on Porto Summer Sale - Use PORTOSUMMER coupon - Shop Now!

Como ter sucesso na prova da certificação Scrum Ágil da EXIN

Como ter sucesso na prova da certificação Scrum Ágil da EXIN

A Fundação Vanzolini vem preparando, ao longo dos anos, centenas de profissionais para serem aprovados em um dos programas mais importantes e concorridos de certificação do mundo, na área de gestão de projetos: o Scrum Ágil da EXIN.

No webinar Hot Topics da Certificação Agile Scrum Master, o professor Rodrigo Silva apresentou aos participantes a importância de se ter a cultura ágil como um estilo de vida, como trilha de uma jornada profissional voltada para aumentar a produtividade, melhorar a visibilidade e estar mais apto a lidar com prioridades dinâmicas do dia a dia.

Nas trilhas de agilidade da Fundação Vanzolini os alunos – mesmo tendo um conhecimento básico sobre Scrum, Kanban e práticas ágeis – passam por um nivelamento, explica o professor Silva. “Chamamos de Agile Scrum Fundation, onde os participantes, após esse processo, fazem a escolha por uma carreira DPO ou Scrum Master.

A partir daí seguem para as formações intermediárias que vão abordar, entre outras disciplinas, o Kanban, Management 3.0, Métricas Ágeis, bem como outros pacotes”.

“Além de preparar o aluno para a prova, a Fundação Vanzolini quer, acima de tudo, deixar os candidatos mais confortáveis para que consigam aplicar os conceitos de agilidade no dia a dia. Costumamos dizer que agilidade é um estilo de vida, por isso nos sentimos muito confortáveis”, pontua Silva.

No webinar da Fundação Vanzolini, o professor Silva destacou que o exame não aborda conceitos básicos, mas sim o que é o Scrum, quais são os papéis, o que o candidato deveria fazer dentro de uma Daily, entre outras questões.

“A prova tem uma pegadinha. Ela é de nível avançado, cujo o objetivo é saber que tipo de ação o aluno tomaria em determinadas situações. Ela está muito preocupada com as questões situacionais e é aí que está o grande desafio”, ressalta Silva.

Para obter a certificação da EXIN existe o pré-requisito de um treinamento oficial da certificadora. “Esse ponto é fundamental, pois é aí que está o background da Fundação Vanzolini para ajudar os candidatos. Diferente de qualquer outra prova de mercado, na EXIN é necessário cumprir as quatro aulas de imersão, com 16 horas de informação e 12 horas de treinamento ao vivo.

Além disso, o programa oferece um tempo de preparação com 7 simulados para que o candidato se prepare um pouco mais.

O professor aponta que o candidato tem 1h30m para realizar a prova, “tempo mais do que suficiente”. Ela pode ser feita em diferentes idiomas e o candidato precisa alcançar 75% da média de corte, o que totaliza 26 questões que precisam ser acertadas para alcançar a aprovação.

 

Razões para a adoção do Ágil

O panorama atual mostra que 84% das organizações ainda estão dando os primeiros passos na agilidade. Dessas, 54% ainda estão começando a aplicar pequenas práticas, mas ainda dentro de um padrão de imaturidade.

Apenas 16% delas se sentem à vontade. De acordo com o professor Silva, os benefícios da implementação da agilidade aceleram a entrega de valor no desenvolvimento dos projetos, na habilidade de gerenciar as prioridades das áreas de negócios e de entender como se preparar para conseguir aplicar uma métrica.

Nesse processo as organizações deixam de trabalhar com métodos preditivos e passam a trabalhar com métodos colaborativos. Criam-se meios de aumentar a visibilidade sobre o risco e os custos do projeto.

Além de ajudar a trabalhar com times distribuídos, a metodologia ágil impacta diretamente no moral do time, no relacionamento entre as equipes e faz com que o time se sinta mais à vontade e empoderado.

As técnicas mais utilizadas são a Daily Standup, 85%; Retrospectives, 81%; Sprint/Iteration Planning, 79%; Sprint/Iteration Review, 77%; Short Interations, 64%.

Todas representam oportunidades de melhoria, segundo Silva. “A Daily é a técnica mais utilizada, mas é importante saber como é que se começa a usá-la. O aluno pode passar a utilizar essas técnicas gradativamente e ir adaptando o seu processo”, explica ele.

Nesse sentido, o professor destaca que é necessário entender a agilidade como contexto. Valor agregado, colaboração e transparência, iteratividade e incremental, auto-organização, time-boxing são os principais aspectos a serem levados em consideração para selecionar as ferramentas adequadas para cada tipo de projeto.

Os pilares do Scrum são a adaptação, inspeção e transparência. Já os valores e princípios são a coragem, foco, comprometimento, respeito, abertura. Isso resulta em entregas frequentes, confiança e respeito.

Por isso, ter o Scrum como pano de fundo significa delimitar papéis (clientes, liderança e construção), eventos (interação, encontros) e artefatos. Entre outros aspectos, saber definir bem o que é o DoR e o DoD.

Ou seja, o DoD – Definition of Done, é quando o projeto está pronto realmente, validado e aceito pela área de negócios. E o DoR – Definition of Ready, é quando se está preparado para começar.

Assista agora ao vídeo completo do webinar Hot Topics da Certificação Agile Scrum Master

 

Cursos de Agile da Fundação Vanzolini
ENTRE EM CONTATO

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


chat icone

Posso
ajudar?

You've just added this product to the cart:

×