Get 10% extra OFF on Porto Summer Sale - Use PORTOSUMMER coupon - Shop Now!

Certificação AQUA-HQE™: selo de responsabilidade ambiental ganha destaque em empreendimentos residenciais

Certificação AQUA-HQE™: selo de responsabilidade ambiental ganha destaque em empreendimentos residenciais

No Brasil, mais de 700 edifícios já abraçaram a sustentabilidade como parte essencial dos projetos; além de contribuir para a preservação da natureza, atrai consumidores engajados com a agenda

A questão ambiental por muito tempo ficou à margem das decisões de negócios e das preocupações das pessoas. No entanto, com a crise climática e os alertas cada vez mais contundentes dos cientistas sobre a necessidade de revermos a forma como nos relacionamos com o meio ambiente, fez o cenário se modificar. A sustentabilidade emerge como um dos principais pontos de atenção para a sociedade e para as empresas, uma vez que são as ações do agora que importam para o futuro ser mais bem-vindo.

Na construção civil, essa pauta também está sendo discutida e levada para a prática por engenheiros, arquitetos e profissionais envolvidos nos projetos. Reflexo disso é o crescimento da procura por estratégias que chancelam empreendimentos com o chamado “selo verde”, como a certificação AQUA-HQE™.

Com dados e informações da reportagem publicada na revista Veja, a seguir, você entenderá mais sobre o avanço dessa norma no Brasil e no mundo, quais as etapas do processo, as vantagens e como solicitar a certificação para seu empreendimento. Acompanhe!

O que é a certificação AQUA-HQE™?

Baseada na renomada norma francesa Démarche HQE™, a certificação AQUA-HQE™ foi lançada em 2008 e é, hoje, a que mais atende a realidade do Brasil, tornando efetivo o cuidado com o meio ambiente em construções brasileiras, a partir de uma adaptação local que considera a cultura, o clima, as normas técnicas, as regulamentações e as experiências nacionais. São mais de 270 requisitos que promovem um melhor aproveitamento de materiais, evitam desperdícios, reduzem o consumo de energia e água, entre outros impactos que são sentidos tanto pelos empresários e profissionais quanto pelos futuros moradores.

Mais de 230 mil projetos já foram certificados no mundo e, no Brasil, são mais de 14 milhões de m² construídos que levam o selo AQUA-HQE™ no projeto. Por aqui, o destaque vai para a cidade de São Paulo: dos 455 edifícios certificados no país, 206 estão na capital paulista, especialmente no bairro da Vila Mariana, onde se concentram 23 construções entregues ou em processo de certificação.

Quais são as etapas da certificação AQUA-HQE™?

De forma geral, para obter a certificação AQUA-HQE™, empreendimentos em construção e em operação precisam passar por rigorosas auditorias periódicas que avaliam sua adequação aos referenciais técnicos da norma, sendo examinados pelos parâmetros do Sistema de Gestão do Empreendimento (SGE) e da Qualidade Ambiental do Edifício (QAE). No caso de edifícios em construção, as análises acontecem em três etapas: fase pré-projeto, projeto e execução. Já nos prédios em operação, podem ser realizadas de três a quatro auditorias, em ciclos de três a cinco anos.

Diferentemente de outros “selos verdes”, a certificação AQUA-HQE™ tem um desempenho prático real, indo muito além de adereços sustentáveis, como torneiras economizadoras e piso de material reciclado. No processo, há uma série de requisitos para que a construção seja considerada de alta qualidade ambiental, que vai desde a escolha de matérias-primas de locais próximos, para reduzir a emissão de gás carbônico, até estudos pluviométricos da região para sistemas de captação e reuso da água, e preferência por plantas nativas.

Além disso, as construções são feitas para gerar menor demanda da infraestrutura urbana, menor consumo hídrico e energético – na execução e na operação do empreendimento -, redução de emissão de poluentes e de resíduos, prezando também pelo maior conforto e saúde nos ambientes e nos espaços.

Quais as vantagens da certificação AQUA-HQE™?

O benefício central da certificação é a garantia de um empreendimento de alta qualidade ambiental, promovendo uma relação de mais equilíbrio e preservação dos recursos naturais. E é possível mensurar os impactos, que comprovam a eficiência da norma e também trazem vantagens para quem empreende e para quem vive nos edifícios. Bruno Casagrande, Gerente de Marketing e Vendas da Fundação Vanzolini, traz alguns números de destaque:

  • o consumo de água é de 20% a 30% menor do que em edifícios sem a certificação;
  • a economia de água chega a 25%;
  • nos resíduos domiciliares, a redução é de cerca de 60%.

Com um investimento que fica em torno de 1% do custo da obra, as incorporadoras se beneficiam também em relação ao valor agregado do empreendimento, diferenciação do portfólio, melhor relacionamento com órgãos ambientais e comunidades, além de promover uma aceleração nas vendas.

“Tem empreendedores que dizem que no final sai mais barato (do que um projeto sem o AQUA), alguns afirmam que não aumenta em nada e para outros fica de 1% a 3% mais caro em relação ao valor final” Bruno Casagrande, Gerente de Marketing e Vendas da Fundação Vanzolini.

Com consumidores cada vez mais atentos e engajados na agenda ambiental, empreendimentos fundados em valores sustentáveis atraem mais interessados e compradores. Este foi um dos fatores decisivos para Carolina Pascotto, que escolheu um apartamento na Vila Madalena para chamar de seu. “Cheguei a olhar outros empreendimentos, mas a sustentabilidade foi um diferencial. Aqui tem muita luz natural, então, só preciso utilizar o ar-condicionado naquele calor de 35 graus. Usa-se a água da chuva para lavar o prédio e regar o jardim”.

Ainda segundo Bruno Casagrande, os edifícios certificados com a certificação AQUA-HQE™ podem ter o valor da taxa mensal de condomínio 20% inferior, o que representa também um ganho para os usuários.

A Fundação Vanzolini é a única entidade no país que aplica a certificação AQUA-HQE™

Em parceria com a Cerway, órgão certificador responsável pelas normas da marca HQE™, a Fundação Vanzolini aplica com exclusividade a certificação AQUA-HQE™ no Brasil. A instituição foi a responsável pela adequação da norma francesa para a realidade brasileira e, desde 2008, realiza auditorias em construções para garantir que os parâmetros de Gestão e Qualidade Ambiental sejam cumpridos e efetivados, alcançando, assim, o maior nível de sustentabilidade possível.

Em um balanço realizado até janeiro deste ano, a Fundação Vanzolini contabilizou 749 edifícios certificados ou em processo de certificação, ultrapassando a marca de 14 milhões de m² que já estão abraçando a sustentabilidade como pilar fundamental.

Se você também quer implementar a certificação em seu empreendimento, entre em contato com a equipe para tirar suas dúvidas pelo e-mail seloaqua@vanzolini.org.br e saiba como obter o selo de alta qualidade ambiental para seus projetos.

Fonte: Veja

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


chat icone

Posso
ajudar?

You've just added this product to the cart:

×