Notícia

Fundação Vanzolini certifica dois hospitais municipais com nível máximo de excelência

Créditos – com informações do site:
http://www.capital.sp.gov.br/noticia/dois-hospitais-municipais-atingem-nivel-maximo-em-certificacao-de-excelencia

A Fundação Vanzolini certifica os hospitais municipais de São Paulo (SP), Dr. Moysés Deutsch e Dr. Gilson de Cassia Marques de Carvalho, com o nível máximo da Organização Nacional de Acreditação (ONA), que é o nível 3.

A acreditação ONA, fornecida pela Fundação Vanzolini, é um processo externo de avaliação integral e sistêmico das condições de gestão das organizações prestadoras de serviço de saúde. Todo o procedimento para conquistar a acreditação se baseia em padrões fundamentais de segurança, gestão integrada e excelência em gestão dentro da estrutura organizacional.

De acordo com a área de Certificação, no Hospital M’Boi Mirim o resultado da avaliação recomendou que a unidade mantivesse o Nível 3, o mais elevado da certificação ONA. Isso significa que o hospital atende a três critérios da avaliação: 1) cumpre ou supera, em 90% ou mais, os padrões de qualidade e segurança; 2) cumpre ou supera, em 80% ou mais, os padrões de gestão integrada; e 3) cumpre ou supera, em 70% ou mais, os padrões ONA de Excelência em Gestão, demonstrando uma cultura organizacional de melhoria contínua com maturidade institucional.

A Fundação Vanzolini já havia fornecido em 2012 ao Hospital do M’Boi Mirim a certificação ONA 2, quatro anos e oito meses após a sua inauguração. Em 2014, foi recertificado como ONA 3 e manteve o nível de excelência em 2020. Já o Hospital Municipal Vila Santa Catarina passou em 2020 do Nível 2 para o 3.

A Acreditação ONA é a única no país com certificações em diferentes níveis, o que permite avaliar a melhoria contínua na gestão e nos processos das organizações de saúde. São três níveis de acreditação, 1, 2 e 3. No Nível 1 (Acreditado), a organização de saúde cumpre ou supera, em 70% ou mais, os padrões de qualidade e segurança definidos pela ONA. São avaliadas todas as áreas de atividades da instituição, incluindo aspectos estruturais e assistenciais.

No Nível 2 (Acreditado Pleno), a organização precisa atender a dois critérios: 1) cumprir ou superar, em 80% ou mais, os padrões de qualidade e segurança; 2) cumprir ou superar, em 70% ou mais, os padrões ONA de gestão integrada, com processos ocorrendo de maneira fluida e plena comunicação entre as atividades. Os certificados ONA I e ONA II têm validade de dois anos. Já o ONA III é válido por três anos.


Deixar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*