Novo normal e as inovações em protocolos de segurança

Revisado por:  Luisa Pierson

A situação de pandemia causada pelo novo coronavírus trouxe um novo normal e as inovações em protocolos de segurança. O perigo no contágio trouxe a necessidade de ajuste no protocolo padrão de muitas instituições, como uso de máscaras, álcool sempre disponível, o distanciamento social, entre outros.

A tendência é que os espaços, públicos ou privados, instituições ou empresas, mantenham novas práticas, a fim de garantir a segurança e saúde de todos os envolvidos naquele local. Em razão disso, a Fundação Vanzolini, maior e mais respeita certificadora das américas,  responsável por certificações como a conhecida ISO 9001, trouxe mais uma certificação chamada A2S – Ambiente Seguro e Saudável, que está condizente com essa nova realidade.

O novo normal: o Programa A2S (Ambiente Seguro e Saudável)

Na intenção de trazer uma certificação para estabelecimentos corporativos, comerciais, repartições públicas e especificamente para construção civil, avaliação de obras e empreendimentos, o selo A2S veio para trazer ao consumidor uma sinalização do espaço que frequenta. Sabemos que o pós-pandemia é repleto de receio e esse tipo de certificação ajuda a trazer confiabilidade para os ambientes.

A intenção maior é mostrar ao consumidor que o espaço por ele frequentado adota medidas mais assertivas em relação à limpeza e sanitização. Em tempos de Covid-19, isso pode representar não só segurança para clientes, como também alternativas para que essas empresas se mostrem envolvidas com a causa.

Como funcionam essas inovações em protocolos de segurança?

Uma equipe de auditores especializados é responsável por avaliar se o espaço está apto a receber o selo A2S. Para isso, são verificadas as condições e a frequência dedicados à limpeza do espaço. Além disso, o certificado não diz respeito apenas às condições sanitárias, como também pretende avaliar o fluxo de circulação e obediência ao distanciamento entre os indivíduos, conforme estabeleceu a OMS (Organização Mundial da Saúde).

Somada às boas práticas está a necessidade de treinar a equipe de colaboradores para obedecer a todos esses padrões de limpeza e sanitização, seja na forma, frequência ou uso de produtos.

No fim da lista está, também, a disposição de frascos com álcool em gel disponíveis, distanciamento de 1 metro em espaços destinados às refeições, treinamento de pessoal para uso de EPI (Equipamento de Proteção Individual), entre outras exigências ligadas ao selo.

Sem dúvidas há um imenso impacto positivo na implementação desse tipo de certificado, o que pode tornar o consumidor mais atento aos locais de sua preferência, buscando pelo selo. Além disso, direciona as empresas para boas práticas, já que por meio delas têm a obtenção do certificado, mantendo, consequentemente, boa impressão com seus consumidores.

Esse é o novo normal, com inovações em protocolos de segurança. Seja no período de pandemia ou pós-pandemia, as pessoas estão mais atentas aos espaços que oferecem maior segurança.

Nesse sentido, o programa A2S – Ambiente Seguro e Saudável torna-se uma garantia para esse consumidor, além de incentivar empresas na adoção de práticas mais assertivas sobre as condições do espaço.

Manutenção e retomada das operações na pandemia e pós-pandemia

Para além do contexto da pandemia do novo coronavírus e da necessidade que surgiu a partir dela, a certificação A2S – Ambiente Seguro e Saudável foi desenvolvida não apenas para essa nova realidade, mas também para atender uma demanda de mercado que se mostrou permanente, pois questões de segurança, higiene, bem-estar, organização serão exigidas e valorizadas cada vez mais por clientes e usuários de espaços, serviços, das empresas. Neste contexto, o programa compreende não só requisitos essenciais para o enfrentamento da crise covid-19, mas também requisitos de boas práticas e requisitos de melhores práticas.

A certificação A2S – Ambiente Seguro e Saudável atende a uma nova realidade e exige das empresas que desejam adquirir o selo alguns pontos básicos, como: processos de trabalho e treinamentos que devem atender aos requisitos do programa, sempre mantendo a melhoria continuada através de uma gestão que ofereça subsídios e condições necessárias para que esse sistema evolua constantemente.

Entretanto é importante ressaltar que o novo programa de certificação A2S atende a essa nova necessidade, mas principalmente num primeiro momento contribui de maneira expressiva para a retomada das atividades de diversos setores durante a pandemia da Covid-19. A segurança dos colaboradores da empresa e dos clientes é primordial para que essa retomada seja realizada com segurança, e ter a garantia de um selo adquirido dentro de um rígido padrão de requisitos de seguridade é o que faz a diferença. 

A Fundação Vanzolini acredita que essa contribuição está além da retomada segura e das garantias de higiene, mas principalmente atua com efetividade no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. 

Comentários