A importância da comunicação com os colaboradores em tempos de mudanças

Curadoria: Roberto Marx
Revisão: Luisa Pierson

A pandemia do coronavírus provou à humanidade que saber ser ágil em períodos de crise é fundamental. Adaptar-se aos novos hábitos pessoais e profissionais ainda é um grande quebra-cabeça para muitos. Empresários de startups, no entanto, tendem a sofrer um pouco menos que os tradicionalistas, uma vez que grande parte de seus esforços são cultuados através de métodos ágeis de produção e comunicação interna.

Mudanças são urgentes. É preciso, no entanto, saber passar a mensagem com precisão para todos os trabalhadores. A seguir, daremos alguns conselhos sobre como garantir que a comunicação com os colaboradores seja eficiente e atinja a todas as equipes.

 

Mantenha contato direto com todos

Muitas empresas estão solicitando a seus funcionários que trabalhem home office, ou seja, dentro de suas casas. Essa é uma forma eficiente de garantir a redução da curva de contágio da pandemia.

Porém, é preciso manter contato frequente com todos os profissionais e garantir que os valores da empresa sejam mantidos. Muitos indivíduos começam a adotar posturas inadequadas ao que a empresa deseja transmitir aos demais, o que pode, com o tempo, poluir o ambiente de trabalho.

A comunicação com os colaboradores não deve ser utilizada somente para cobrá-los de suas responsabilidades: é preciso criar um canal de confiança e educação com todos, para que a missão e os valores do negócio jamais sejam colocados à frente de impulsos pessoais.

Incomunicação: um problema grave

Clareza é algo fundamental na hora de garantir uma boa comunicação interna. Não basta pegar uma informação e replicá-la para outros: ela deve ser facilmente compreensível.

Não apenas erros podem ser cometidos no trabalho por conta de falhas de comunicação; discussões acaloradas e desnecessárias podem acontecer, também. Por isso, toda a comunicação deve ser direta ao ponto, clara e precisa.

Falhas na comunicação no ambiente de trabalho podem ser bastante tóxicas, atrapalhando no desenvolvimento de projetos e demais iniciativas profissionais.

A hierarquia na comunicação

É possível dividir a comunicação com os colaboradores em etapas distintas. Há a comunicação escrita, uma das mais utilizadas e serve como registro permanente de todas as informações relevantes ao trabalho.

Também há a comunicação verbal, a qual pode ser empregada em treinamentos, palestras ou reuniões.

As informações que devem atingir todos os colaboradores, independentemente da hierarquia, fazem parte da chamada comunicação horizontal. A comunicação vertical, por outro lado, refere-se à comunicação interna entre colaboradores participantes de cargos de confiança, como supervisores, gerentes, gestores e líderes, por exemplo.

É preciso adequar cada métrica de comunicação de acordo com o setor e a hierarquia de cada colaborador. De nada adianta repassar informações sigilosas sobre o negócio com colaboradores de baixo escalão, por exemplo. Da mesma forma, um gerente-geral de unidade precisa de mais informações sobre o trabalho que um funcionário que não possui poder de decisão.

Conclusão

Uma comunicação interna eficiente está diretamente relacionada à organização profissional da empresa, além da capacidade de síntese e de clareza por parte do locutor. Em momentos de crise global, saber se expressar corretamente faz mais diferença do que nunca.

A Fundação Vanzolini entende a necessidade de saber se comunicar bem. Clique aqui e conheça nossos mais de 70 cursos disponíveis. Prefere estudar em casa? Confira nossas soluções em EAD.

 


Quer aprimorar o seu conhecimento e dar aquele salto na sua carreira profissional?

Clique aqui e saiba como!

Fundação Vanzolini – Mais de 50 anos Proporcionando Educação de Alto Nível!

Local:   Av. Paulista, 967 – 3º andar – Bela Vista, São Paulo – SP

Telefone:  (11) 3145-3700

Whatsapp: (11) 97508-2809

Comentários