Você investe na gestão de seus relacionamentos?

Você investe na gestão de seus relacionamentos?

Liderança é um fenômeno que envolve contínuas e constantes relações interpessoais de influência.

No desenvolvimento dessas relações preocupamo-nos muito com os chamados aspectos técnicos nelas envolvidos. Buscamos aplicar novas tecnologias, utilizar novas ferramentas de comunicação, desenvolver processos mais ágeis e menos custosos, implantar estratégias mais agressivas, entre tantas outras preocupações.

E, a reboque, sabemos bem que precisamos estar atualizados com as tecnologias, com as melhores práticas, com o conhecimento amplo e profundo do mercado, etc.

Porém, acabamos esquecendo que em todos os processos dos quais participamos, há outros atores envolvidos junto aos quais precisamos exercer o nosso papel de líder. Atuamos junto aos integrantes de nossa equipe, aos nossos superiores, pares, fornecedores e clientes, no sentido de influenciá-los a agir.

Simples assim: “Todo o trabalho é realizado por meio de pessoas”

Ou seja, estamos falando de um fenômeno onde a qualidade da relação entre pessoas é essencial para que essa influência seja conduzida de forma a alcançar os objetivos desejados.

Ao longo do tempo, tanto em nossa vida profissional, quanto na nossa vida pessoal, desenvolvemos vínculos com os outros.

Administrar bem os relacionamentos contribui para a formação de vínculos fortes com todos aqueles com os quais nos relacionamos, o que traz benefícios visíveis.

De acordo com os consultores norte-americanos Travis Bradberry e Jean Greaves, “relacionamentos robustos devem ser buscados e cultivados e derivam de nossa capacidade de entender as pessoas, do modo como as tratamos e da história que compartilhamos com elas. Quanto mais fracos forem nossos vínculos com alguém, a comunicação de nossas ideias torna-se mais difícil”.

E aí é que surge a necessidade de compreendermos esse fenômeno que é o relacionamento entre pessoas.

Mas quantos de nós preocupam-se com essa questão? Quantos estão preocupados com a qualidade e os resultados de seus relacionamentos? Sabemos gerir esses relacionamentos?

O resultado de uma recente pesquisa feita pela Development Dimensions International – uma consultoria internacional de desenvolvimento de recursos humanos e liderança – pode ser utilizado como referência para comprovar o quanto os gestores têm que evoluir em relação a essa questão.

Nessa pesquisa ficou demonstrado que a empatia – a habilidade de entender e compartilhar do sentimento de outra pessoa – é um fator crítico no gerenciamento de equipes. No estudo, “ouvir e responder com empatia” foi relacionado como uma das habilidades indispensáveis de gerenciamento. Porém, apesar da importância, a mesma pesquisa concluiu que apenas 40% dos líderes de linha de frente eram fortes ou proficientes em empatia.

Esse resultado demonstra que há uma lacuna substancial entre esse atributo de gerenciamento eficaz e o domínio dessa característica.

Em um artigo publicado recentemente pela revista Forbes Brasil, denominado “Por que a empatia é importante para gestores de sucesso”, no qual os resultados dessa pesquisa são abordados, Bianca McCann, diretora de RH da plataforma BetterWorks diz que, pela pesquisa, a empatia está em declínio, o que é lamentável, se considerarmos que é uma das habilidades críticas necessárias para liderar e impulsionar o engajamento dos funcionários em um ambiente diversificado, disperso e em constante mudança. No mundo ocupado em que os líderes estão entrincheirados, atuar de forma empática transforma-se num verdadeiro desafio.

Demonstra-se, portanto, que desenvolver habilidades que contribuam para a compreensão da importância de nossos relacionamentos e que nos conduzam à melhoria de nossas relações é, cada vez mais, fundamental para uma liderança eficaz.

Agir com inteligência emocional, saber comunicar-se de forma eficaz, ser proativo, utilizar-se da empatia e ser um bom mediador de conflitos, são algumas dessas habilidades.

E aí, você está pronto para investir na gestão de seus relacionamentos?

Por Gerson Kiste – Mestre em Administração, professor universitário, consultor de empresas, especialista em recursos humanos. Professor da disciplina de “Gestão de Pessoas” e da disciplina de “Coaching” no Curso de Especialização em Administração Industrial (CEAI), da Poli-USP e Fundação Vanzolini.

Quer receber os conteúdos e as novidades da Fundação Vanzolini no seu e-mail? Cadastre-se em nossa newsletter.

Comentários