Por que escrever bem faz um profissional ser mais atrativo?

Por que escrever bem faz um profissional ser mais atrativo?

Quando comecei minha história profissional trabalhando na organização de uma fábrica, percebi que tudo funcionaria muito melhor se as pessoas escrevessem de um jeito mais direto e reto suas instruções, propostas, avisos, comunicados em geral. Percebi a mesma coisa em outras empresas também. Vi acontecer demissão por causa de texto inadequado!

Anos depois, já na carreira docente, um amigo consultor me contou que ele costuma reportar no relatório a seus clientes que a escrita é um gargalo em empresas de todo tipo: – aquele cliente que comprou do concorrente porque a proposta de venda não convenceu; – aquela multa diária por atraso porque a instrução era obscura e o trabalho teve que ser refeito; – aquele auditório que ninguém reservou porque o email era duvidoso; – os mil telefonemas para descobrir ‘o que você quis dizer?’…

Um antigo estudo de Benchmarking em Gestão de Projetos, desenvolvido pelo Project Management Institute (PMI), revelou que incríveis 76% das empresas pesquisadas afirmaram que o problema com a comunicação é o principal motivo pelo fracasso dos projetos. O mesmo estudo apontou uma deficiência em comunicação em 14% das empresas de São Paulo pesquisadas, 15% em empresas do Rio Grande do Sul e 15% Rio de Janeiro.

O problema já é antigo, só que está cada vez mais evidente. Rapidamente, passamos a usar, sem complicação, as novidades tecnológicas que não param de chegar, mas penamos para usar a ferramenta mais básica de comunicação que existe na atualidade: a escrita.

Escrevemos mal e não percebemos. Pensamos uma coisa e escrevemos outra. Passamos para o papel frases desconectadas, incompletas e até contraditórias. Escrevemos muito para dizer pouco.

Será que o leitor, dá conta?

Escrever bem  diferencia  dois profissionais igualmente capacitados, em qualquer área. Escrever bem faz um profissional ser mais atrativo.

Por Maria Clara Jorgewich Cohen

_________________________

Você tem dificuldade ou quer melhorar a sua comunicação escrita? Deixe seu comentário e conheça nosso curso de atualização que habilita o aluno a escrever com mais clareza, objetividade e brevidade os textos que produz em seu dia a dia. Melhore significativamente sua comunicação dentro e fora da vida profissional. Confira: Comunicação escrita: a busca do texto objetivo

_________________________

Sobre a autora
Maria Clara Jorgewich Cohen – Professora no curso de atualização Comunicação escrita: a busca do texto objetivo, da Fundação Vanzolini. Também é professora de língua portuguesa e de espanhol. Graduada e licenciada em Letras pela Universidade de São Paulo. Graduada em Administração de Empresas pela FAAP. Articulista. Autora do livro Comunicação escrita, a busca do texto objetivo (Editora E-Papers, Rio de Janeiro, 2011).

__________________________

Quer receber os conteúdos e as novidades da Fundação Vanzolini no seu e-mail? Cadastre-se em nossa newsletter.

Comentários