Quais as habilidades profissionais mais procuradas por empresas?

Quais as habilidades profissionais mais procuradas por empresas?

Ao selecionar os candidatos para vagas de emprego, as empresas, juntamente ao departamento de Recursos Humanos, procuram perfis específicos para se adequarem aos cargos que precisam ser preenchidos. Por essa razão, são analisados vários requisitos e habilidades profissionais para que os candidatos estejam aptos a adentrarem na organização.

Naturalmente, todos desejam mostrar suas melhores características e habilidades para chamar a atenção do recrutador. Porém, algumas competências são unânimes na escolha dos aspirantes a vagas de emprego. E é sobre elas que falaremos hoje.

Antes disso, é fundamental que você entenda que “habilidades” podem ser desenvolvidas. Por isso, descubra a seguir mais um pouco sobre o tema e o que é mais procurado por empresas na hora da contratação.

O conceito de habilidades profissionais

Antes de começar, é importante que você saiba: habilidades profissionais e características pessoais são completamente distintas. As características fazem parte da pessoa, como um dom. Já as habilidades podem, com muita dedicação, serem conquistadas.

É natural que existam bons falantes, mas a oratória, por exemplo, pode ser desenvolvida com curso, treino, coaching, preparação, terapia e outros recursos. Portanto, é fundamental saber que você pode acrescentar qualquer aptidão a sua vida e ao seu currículo, basta querer e buscar o conhecimento para tal. Agora falaremos das habilidades mais procuradas por empresas e algumas dicas de como desenvolvê-las, confira!

Boa comunicação

A capacidade de comunicação é importantíssima para a vida profissional. Comunicar-se bem é saber se portar, falar de si, falar com os outros, ter escuta empática e causar uma boa impressão. Aliada à boa interlocução está a autoconfiança. Confiar em si mesmo é fundamental para obter o sucesso que você tanto deseja.

Para desenvolver essa aptidão, vale fazer um bom curso de oratória, falar na frente do espelho, sair mais com os amigos e buscar formas de socialização para quebrar algumas barreiras como a timidez e a insegurança.

Espírito de equipe

Uma empresa é feita de pessoas, na verdade, de várias delas. Elas têm personalidades, criações e visões diferentes sobre a vida. Portanto, a capacidade de extrair o melhor de cada um para as tarefas em equipe é fundamental. Para isso, é preciso enxergar o outro como um verdadeiro “companheiro de missão” e, desta forma, colher o melhor dele para somar na equipe.

O trabalho, na maioria das vezes, é um processo que precisa ser executado por várias mãos para que se obtenha o melhor resultado ao final. Portanto, vale ser tolerante com as diferenças e cooperativo também para ajudar no ofício dos demais membros da equipe e da empresa.

Aperfeiçoamento e atualização

Para ter sucesso na carreira é preciso que o colaborador tenha sempre o desejo de se especializar. Além de profissionalmente, pessoalmente. Para a empresa e para o próprio funcionário é muito positivo buscar cursos, palestras, coaching e especialização.

O profissional atualizado está sedento de conhecimento, inovação e outras formas de pensar. Para desenvolver essa habilidade, estar atento aos jornais, mercado e outros índices ajuda bastante. Além disso, participar de congressos e eventos da área de atuação é igualmente valioso. Busque o conhecimento para si e, assim, você também ajuda o próximo.

Habilidades de negociação

Saber negociar bem é uma das aptidões que as empresas mais valorizam. Isso porque, o profissional com esse talento sabe que em uma negociação não há “perdedores” ou “ganhadores” e sim, o justo consenso na atribuição de atividades para cada um deles.

Ser um bom negociador significa saber ser justo, se comunicar bem e, também, impor seus limites. As habilidades de negociação podem ser desenvolvidas com o autoconhecimento e cursos de especialização.

Flexibilidade e adaptabilidade

Ter flexibilidade e adaptabilidade significa saber lidar com os diferentes cenários que a empresa pode enfrentar. Por essa razão, é preciso adaptar-se a novos contextos, ao mercado, a situações que podem acontecer na organização e ter bastante jogo de cintura para lidar com imprevistos. A flexibilidade e adaptabilidade estão ligadas também a ideia de resiliência, outra, das várias habilidades profissionais mais valorizadas no âmbito empresarial.

Gestão do tempo

Saber gerenciar o tempo é outra competência bastante valiosa. Dentre as inúmeras atividades que o colaborador executa todos os dias é preciso saber priorizar o que é realmente importante. Além disso, quem sabe gerenciar bem esse recurso lida melhor com as distrações como redes sociais, celular e outras atividades não condizentes com o ambiente empresarial.

Este profissional sabe dosar bem e equilibrar a sua rotina pessoal, tarefas e atividades para gerar resultados e garantir o que precisa ser entregue para o bom funcionamento da empresa.

Bom relacionamento interpessoal

A palavra-chave para o bom relacionamento interpessoal é a empatia. Ela consiste na capacidade de se colocar no lugar do outro, algo muito valorizado hoje em dia. Essa habilidade ajuda no autocontrole, no trabalho em equipe e, claro, no bom andamento dos processos empresariais, que dependem de pessoas chaves dentro da empresa.

O bom relacionamento interpessoal proporciona também excelentes negociações. Portanto, vale a pena investir no aperfeiçoamento dessa habilidade com a escuta empática e a socialização com os colegas do escritório.

Comprometimento e responsabilidade

Ter responsabilidade é importante não apenas no trabalho. Em todas as áreas da vida ela possui grande respaldo e necessidade. A capacidade de assumir tarefas e cumpri-las é fundamental para o bom andamento dos processos, e ainda zela pela sua boa imagem profissional. A pessoa responsável também se sente mais satisfeita por poder entregar e contribuir com um propósito maior.

Aliado à responsabilidade, está também o comprometimento. Estar comprometido com a empresa é também, estar engajado com a missão, visão e valores da organização. O profissional comprometido não tem problema em fazer uma hora extra quando é solicitado. Não reclama quando é preciso fazer outra tarefa para ajudar um colega. Mais do que isso, ele entende que dessa forma, está sendo produtivo.

Percebeu o que é realmente valorizado pelas empresas na hora da contratação? Agora você já sabe como se tornar um profissional de sucesso e bastante reconhecido na sua empresa e também no mercado.

Fique atento aos cursos e treinamentos de atualização profissional e inicie já a sua pós-graduação. Além do mais, se relacione bem para saber o que está acontecendo e como você pode melhorar o cenário em que está inserido.

fonte: Portal Educação

Invista em conhecimento, a Fundação Vanzolini pode te ajudar!

Comentários