Notícia

Reta final para transição ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015

Estamos próximos do prazo final da transição para as novas versões da ISO 9001 e 14001. A partir de 15 de setembro as normas nas versões antigas deixaram de ser reconhecidas.  Muitas empresas já finalizaram a transição para a nova norma, entretanto, devido a diversos fatores, ainda existe um percentual elevado de empresas que não concluiu a migração para as novas versões das normas.

Mas o que acontecerá com essas empresas que não conseguirem concluir a transição até 14 de Setembro?

Para responder a esta pergunta, temos que recorrer ao documento disponível no site do IAF-International Accreditation Forum, publicado em Setembro de 2017. Este documento é um alerta a todos que ainda não completaram seu processo de transição à nova versão da ISO 9001 e ISO 14001.

Para as empresas que concluíram ou concluirão o processo de transição a tempo, o primeiro documento informativo, publicado pelo IAF conhecido como ID-9:2015, o  qual estabelecia  que todos os processos de transição deveriam ser tratados com o dimensionamento de uma auditoria de supervisão ou recertificação, conforme o estágio da certificação da organização, acrescido de um tempo para verificação da completa adequação à nova versão da norma de gestão.

Porém, se a organização não iniciou o processo de transição antes de 14/set/2018, Isto significa que a organização deverá aplicar um novo processo /ciclo de certificação.

A Fundação Vanzolini, em consonância com o item 4.2.2.vi, do ID-9, determinou as seguintes ações para as empresas que possuam certificados válidos até 14/set/2018:

  • A organização terá até 180 dias para realizar a transição com o dimensionamento de uma auditoria de recertificação mais 0,5 a 1,0 dia para verificação do processo de transição, que terá o foco nos elementos do planejamento e ações conduzidas;
  • Após esse período de 180 dias, será tratado como uma nova certificação, realizando o processo com  fase 1, e auditoria fase2.

Outra questão relevante é: após 14/09/2018, é possível transferir a certificação do sistema de gestão para outro organismo de certificação?

Neste caso, se sua organização tem um certificado válido, portanto na versão 2015, e foi emitido por um organismo de certificação acreditado em conformidade as regras do IAF,  a organização pode pedir a transferência de certificação enquanto seu certificado do sistema de gestão estiver válido, conforme a diretriz do IAF MD 2.

Por outro lado, se a organização solicitar a sua transferência após 14/set/2018, sem que tenha conduzido a transição da certificação do seu sistema de gestão para a nova versão da norma, terá necessariamente que iniciar um novo ciclo de certificação com a nova certificadora, visto que não possui nenhum certificado válido com a certificadora anterior.

Portanto, fiquem atentos para as alternativas que sua organização pretende aplicar e caso necessite de orientações, entre em contato conosco.

Por Bruno Casagrande
Área de Certificação – Fundação Vanzolini

____________________

Receba os conteúdos e as novidades da Fundação Vanzolini no seu e-mail: Cadastre-se em nossa newsletter

Deixar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*