A tendência de aumento dos custos unitários de produção de serviços públicos tem sido proporcionalmente maior que a demanda. Neste curso abordaremos como as fontes não tributárias de recursos poderiam  contribuir para financiar tal demanda sem impactar diretamente as despesas orçamentárias. Trata-se de uma abordagem muito relevante e ainda pouco explorada no Brasil, onde as cidades necessitam investir em infraestrutura urbana mas não conseguem mobilizar recursos para tanto.

PREENCHA OS DADOS ABAIXO E RECEBA O PROGRAMA COMPLETO DO CURSO.




DATA*

Turma 01 – 16 de fevereiro de 2021
Segundas e Quartas-feiras – 19h às 20h30

*As datas estão sujeitas a alterações com prévio aviso.


 INVESTIMENTO

Investimento total: Curso gratuito


  PLATAFORMAS UTILIZADAS

  • Zoom


PARA QUEM O CURSO É INDICADO

  • Dirigentes de prefeituras e mesmo do âmbito estadual e federal interessados em entender e implementar processos de investimento em infraestrutura a partir de recursos extra orçamentários.

  • Profissionais que atuam em Administração Pública

  • Associações de Classe

  • Prefeito e Vices (Território Nacional)


O QUE VOCÊ VAI APRENDER

Visão geral do Estatuto da Cidade e a sua interação com o Plano Diretor. Serão apresentados alguns instrumentos de participação na valorização territorial e os investimentos que podem (e em alguns casos já estão sendo) realizados com recursos não tributários.


PROGRAMA

Recursos utilizados em várias obras de Infraestrutura, especialmente equipamentos sociais. Crescimento das Cidades em População e Área Construída. Tendência de aumento dos custos unitários dos serviços públicos em função das distâncias:

  • Transportes

  • Resíduos Sólidos

  • Água & Esgotos


PROFESSOR

Paulo Sandroni
Economista (1964), pela Fa­culdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo. Foi professor da Fa­culdade de Economia da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo até 2006 e da Escola de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (EAESP) até 2011.
Consultor sobre financiamento do desenvolvimento urbano em vários países como Colômbia, Argentina, México, Guatemala, África do Sul, Moçambique, Arabia Saudita, Haiti entre outros.
Recebeu o Prêmio Jabuti em 1995 (Novíssimo Dicionário de Economia) e em 2000 (Dicionário de Economia do Século XXI). Seu livro mais recente é: Concentração da Terra Urbana, Captura de Mais Valias e Especulação.
É Fellow do Lincoln Institute of Land Policy de Cambridge (Estados Unidos) e foi Professor Visitante (2003/2016) do IHS-Institute for Housing and Urban Development Studies, da Erasmus University de Rotterdam, em conjunto com a Lund University (Sweden) e a Rotterdam Development Corporation (Município de Rotterdam). 


Local: Cursos Online