AQUA-HQE atinge a marca de 500 edifícios sustentáveis

AQUA-HQE atinge a marca de 500 edifícios sustentáveis

O Scenarium Braz Leme, em São Paulo, também é um Empreendimento da Tarjab com certificação AQUA-HQE.

Voltado para o segmento Minha Casa, Minha Vida, o Amadis, da incorporadora Tarjab, é o 500° edifício a obter o selo AQUA-HQE − líder no país em construções sustentáveis. Além disso, a construtora e incorporadora assumiu o compromisso de certificar todos os novos residenciais e mistos no estado de São Paulo e tornou-se a quarta empresa do Brasil a receber o selo Empreendedor AQUA.

Este selo é a garantia de que todos os seus futuros edifícios habitacionais e de uso misto no Estado de São Paulo serão desenvolvidos de acordo com as premissas ambientais do AQUA-HQE. E aqui se destaca um grande diferencial da Tarjab: incluíram neste escopo, inclusive, os edifícios residenciais de interesse social.

Para Sérgio Domingues, diretor-técnico da incorporadora, “este selo representa uma mudança importante e significativa de melhoria do padrão de desempenho para as habitações de interesse social. E este reconhecimento é a validação de todo o trabalho desenvolvido por nós em torno da questão da sustentabilidade. Além disso, acreditamos que as construções sustentáveis apresentam maior vida útil, custo reduzido de operação e manutenção simplificada e serão mais valorizadas em relação às convencionais”.

AQUA-HQE – Habitação Social Sustentável

A certificação AQUA-HQE – Habitação Social Sustentável foi criada pela Fundação Vanzolini para avaliar e dar uma chancela exclusiva às habitações de interesse social elegíveis às linhas de crédito de 1 a 3 do Programa de Financiamento do Governo Federal, Minha Casa Minha Vida. No caso, mediante ao atendimento no mínimo aos requisitos do nível Base do Referencial de Certificação AQUA-HQE Edifícios Residenciais, agrupados em 14 objetivos de desempenho que contemplam aspectos de conforto, saúde e baixo impacto ambiental.

Os preceitos da análise, que levam à conquista do certificado AQUA-HQE – Habitação Social Sustentável, correspondem às exigências da Norma de Desempenho para Edificações – ABNT NBR 15.575; Norma de Acessibilidade a Edificações, Mobiliário, Espaços e Equipamentos Urbanos− ABNT NBR 9050; Selo Procel Edificações; entre outras. O referencial técnico leva em consideração, também, legislações que versam sobre aspectos de conforto, segurança, saúde e desempenho ambiental das edificações, indo até além de regulamentações sobre aspectos de inserção adequada do edifício ao contexto urbano, gestão de resíduos e uso e manutenção.

“Por demanda de nossos clientes, particularmente os Empreendedores AQUA, e alinhando com o HQE Internacional pelo Cerway, a Fundação Vanzolini decidiu criar o selo”, aponta Manuel Martins, coordenador executivo do AQUA-HQE.

A certificação foi aplicada, em caráter pioneiro, no empreendimento Amadis, da construtora e incorporadora Tarjab. E mostrou total relevância, adequação e viabilidade, com o empreendimento ultrapassando o nível base dos requisitos e atingindo boas práticas e melhores práticas em algumas categorias de desempenho.

Histórico

De origem francesa, o selo já atingiu um total de 9 milhões de m² avaliados sob o prisma do conforto e da saúde dos usuários e da diminuição dos impactos ambientais.

As edificações que conquistaram o selo no país se dividem em 276 de uso residencial e 227 não residenciais (hospitais, escolas, edifícios corporativos etc). Desde o lançamento do selo, em 2008, foram certificados 88 casas, 10 bairros, 1 porto, 1 projeto de interior, 4 empreendedores (construtoras e incorporadoras) e 33 edifícios em operação, em 16 estados brasileiros; com destaque para os 321 edifícios em São Paulo, 73 no Rio de Janeiro e 34 no Ceará.

Com 50% das exigências técnicas voltadas às condições ideais de saúde e conforto e 50% aos benefícios ambientais, a certificação ganha a adesão de consumidores e importantes setores da economia brasileira.

As diferentes fases (pré-projeto, projeto, execução ou operação) baseiam-se em 14 objetivos de desempenho que devem ser atingidos em níveis base, boas práticas e melhores práticas, ultrapassando as exigências que correspondem à regulamentação vigente ou prática corrente, distribuídas equilibradamente em conforto, saúde e baixo impacto ambiental.

Empreendedores Líderes em Sustentabilidade

O edifício de número 500 simboliza a conquista dos 74 empreendedores que buscaram proporcionar aos usuários das edificações mais conforto e saúde e menor impacto ao meio ambiente. São eles: A.Yoshii; Abengoa; Aliança Francesa; Arconte; Associação Brasil SGI; Ademi-DF; Auxiliadora Predial; Barão de Tefé; BKO; Brookfield; Carvalho Queiroz; Casoi; CGD; Clavi; Polícia Ambiental do Estado de São Paulo; BRT; CDG Planova; Tarjab; Credicitrus; Cyrela; DMAE; Dominus; Eban; Emplavi; ESPM; Even; Fakiani Estefam; Fecomércio-RS; Fibra Experts; Fundação Criança; Fundação Kunito Miyasaka; Fundação Oswaldo Cruz; FDE; Gafisa; Greenbrazil; Hausbau; Helbor; Hospital Santa Paula; Hotel Faria e Spa; Hotelaria Rodrigues da Cunha; HVM Vertigo; Mackenzie; Ipê; Itter; JHSF; José Alvim Ferencz; Leroy Merlin; Lorenge; Melnick; Mori; Moura Dubeux; Nova Riotel; OR; Porte; Prefeitura de Guarulhos; Rio Verde; Riomar Shopping; TRX; Sanay Sinco; São Gabriel; Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo; Serviço Social do Comércio; Shopping Manaus Via Norte; Sinduscon-BA; Subsecretaria de Economia do Verde; Sukyo Mahikari do Brasil; Syene; Três; Trisul; TWS Brasil; TZH; União Realizações; V2; e Ypê Amarelo.

Saiba mais sobre a Certificação AQUA-HQE

Receba os conteúdos e as novidades da Fundação Vanzolini no seu e-mail: Cadastre-se em nossa newsletter

Comentários