Conselho de patrimônio de SP estuda condomínios horizontais nos Jardins

Conselho de patrimônio de SP estuda condomínios horizontais nos Jardins

Em matéria do dia 26/8/2017 o jornal Folha de S. Paulo (Link para a matéria) trouxe a informação de que o Condephaat, órgão responsável pelo patrimônio histórico no Estado de São Paulo, iniciou estudos para rever o tombamento do bairro Jardins, em São Paulo. Segundo a reportagem, uma das ideias em discussão no conselho é liberar a construção de vilas e condomínios horizontais na região, sem reduzir a proporção de vegetação dos lotes.

Para o coordenador executivo da certificação AQUA-HQE, o professor Manuel Carlos Reis Martins, é necessário incluir na discussão se o  aumento na demanda de infraestrutura para fornecer água, energia, esgoto, transporte, entre outros, pode ser absorvido na região sem grandes impactos sócio-econômico-ambientais.

Nesse sentido, a introdução da temática da sustentabilidade  é essencial para melhorar a qualidade do planejamento territorial e contribuir com a mudança do modelo de desenvolvimento das cidades brasileiras. Por isso, a Fundação Vanzolini desenvolveu o referencial técnico AQUA-HQE Bairros (Alta Qualidade Ambiental) para bairros e loteamentos. A certificação considera a gestão do projeto, da construção, do uso e da operação de bairros e loteamentos sustentáveis. Segundo Martins, “o referencial técnico para bairros e loteamentos prevê um desenvolvimento urbano coerente, com planejamento territorial de regiões, além de promover a sustentabilidade econômica do entorno”.

Para alcançar a certificação AQUA, o empreendedor que concebe e lança o projeto de um bairro ou loteamento precisa se comprometer com as exigências de 17 objetivos de desempenho, divididos em três grandes temas: integração e coerência do bairro (cinco critérios); recursos naturais, qualidade ambiental e sanitária do bairro (sete) e vida social e dinâmicas econômicas (cinco), que são avaliados como excelente, superior e bom.

O primeiro condomínio sustentável do Brasil e certificado pelo AQUA-HQE fica em São Carlos – o Residencial Damha Golf I, da Damha Incorporadora. Está localizado a cinco quilômetros do Centro da cidade, às margens da rodovia SP-318, que liga São Carlos a Ribeirão Preto. No Damha Golf I, oito categorias foram avaliadas em nível excelente; quatro atingiram o nível superior e cinco foram avaliadas em nível bom.

 

17 critérios do Processo AQUA para bairros e loteamentos:

 

Integração e a coerência do bairro

  1. território e contexto local
  2. densidade
  3. mobilidade e acessibilidade
  4. patrimônio, paisagem e identidade
  5. adaptabilidade e potencial evolutivo

 

Recursos naturais, qualidade ambiental e sanitária do bairro

  1. água
  2. energia e clima
  3. materiais e equipamentos urbanos
  4. resíduos
  5. ecossistemas e biodiversidade
  6. riscos naturais e tecnológicos
  7. saúde

 

Vida social e dinâmicas econômicas

  1. economia do projeto
  2. funções e pluralidade
  3. ambientes e espaços públicos
  4. inserção e formação
  5. atratividade, dinâmicas econômicas e estruturas de formação locais

 

Fonte: Folha de S.Paulo

Comentários