Concurso propõe melhorar a cidade para a primeira infância

26 PROJETOS DE PEQUENA ESCALA RECEBERÃO UM TOTAL DE 460 MIL EUROS DA FUNDAÇÃO BERNARD VAN LEER

Se você pudesse ver a cidade de uma altura de 95 centímetros – a altura media de uma criança saudável de três anos – o que você faria diferente? Como organizaria os bairros, os espaços públicos, as áreas verdes, a habitação e o transporte? O que mais mudaria ou melhoraria na cidade?

Encontrar respostas para essas perguntas foi o objetivo do concurso Urban95 Challenge, por meio do qual a Fundação Bernard van Leer (FBvL) ofereceu apoios a projetos de pequena escala, de organizações formais e informais, além de universidades, governos e indivíduos de todo o mundo.

Com mais de 150 inscrições recebidas, 26 foram selecionadas como vencedores, advindas de 18 países diferentes, representando todos os continentes. América Latina e Ásia foram as regiões com mais projetos, cada uma com oito selecionados. Brasil, Bangladesh e Índia lideram os vencedores com três projetos cada. As propostas recebem apoios de 560 a 30 mil euros, dependendo de sua complexidade e duração, totalizando 460 mil euros em apoios.

Os projetos respondem a problemas como poluição do ar, mobilidade, segurança no bairro, espaços públicos e verdes, creches em áreas de vulnerabilidade econômica, um curso universitário, documentários, e pesquisa, visualização e disseminação de dados sobre crianças no ambiente urbano.

Entre os principais critérios de seleção estavam a inovação e a replicabilidade. A diversidade de propostas ilustra um dos principais pontos da estratégia Urban95: investir na pequena infância pode melhorar o ambiente para todos. Problemas enfrentados por muitas cidades pelo mundo, de poluição à saúde, segurança, mobilidade, resiliência e mesmo a incorporação de tecnologias para uma “smart city” podem ser pensados a partir de uma nova perspectiva: perguntando-se o que funciona para crianças pequenas, seus pais e mulheres grávidas.

O Urban95 Challenge é parte da estratégia Urban95 da Fundação Bernard van Leer, que trabalha com urbanistas, arquitetos, engenheiros e administradores urbanos para incorporar o foco na primeira infância no planejamento e administração das cidades. A FBvL oferece às cidades suporte financeiro e técnico para desenvolver, escalar e implementar inovações economicamente viáveis.

Conheça abaixo os três brasileiros vencedores:

Jogo Oásis

Local: Santos, SP
Projeto: Uma tecnologia de intervenção “gamificada” chamada Jogo Oásis envolverá de 200 a 400 membros da comunidade no desenvolvimento participativo de soluções para o espaço urbano focado na primeira infância.

Incentivando brincadeiras ao ar livre

Local: Uberaba, MG
Projeto: Três praças em bairros da periferia de Uberaba serão revitalizadas com atividades lúdicas pensadas para superar o medo de brincar no espaço público, como escalada em árvores, piscina de lama, plantação de jardins e feiras de pequenos produtores, explorando a diversidade de expandindo o olhar.

Curso universitário para urbanistas da América Latina 
Local: São Paulo, SP
Projeto: Um espaço de pesquisa e design na Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo, juntamente com o Instituto Brasiliana, irá combinar pesquisa e prática em um curso para projetar cidades “child friendly”. Para grupos diversos, de profissionais experientes a recém-graduados.

bernardvanleer.org/urban95-challenge

Publicada originalmente em ARCOweb em 15 de Agosto de 2017

Comentários