Prédio sustentável gera economia de até 46%

Além do impacto positivo no meio ambiente, a utilização de sistemas de abastecimento sustentável de água e luz pode levar a uma economia de quase metade do custo operacional de um edifício. O impacto dessas medidas na gestão de um prédio, aliás, será um dos temas do Fórum de Sustentabilidade da Ademi, que acontece em 23 de maio, no Teatro Eva Herz, Livraria Cultura do Salvador Shopping.

Três anos depois de inaugurada, a atual sede do Sindicato da Indústria da Construção do Estado da Bahia (Sinduscon), com sistemas sustentáveis, a entidade viu o seu gasto anual com despesas operacionais cair de R$ 310 mil para R$ 142 mil, uma redução de 46%.

“A sustentabilidade não é só um marketing, traz resultados financeiros”, destaca o engenheiro civil Thales de Azevedo Filho, conselheiro do Sinduscon, cuja empresa doou ao sindicato patronal o projeto da nova sede.

Primeiro empreendimento comercial da Bahia a receber certificação do Processo Aqua (Alta Qualidade Ambiental), o prédio tem placas fotovoltaicas, que aquecem parte da água das torneiras e também geram energia, uma estrutura de captação de água da chuva e uma estação de tratamento para essa água, vidros que permitem a entrada de apenas 30% dos raios solares, o que diminui a necessidade de resfriamento artificial, e sensores de presença em praticamente todos os ambientes.

O Fórum de sustentabilidade acontecerá no dia 23 de maio, das 14h às 19h. Informações: www.ademi-ba.com.br.

Para conhecer as certificações da Fundação Vanzolini acesse: vanzolini.org.br/certificacao

Fonte: A Tarde UOL

Comentários