Resiliência e saúde financeira

Resiliência e saúde financeira

Mas espera aí, o que resiliência tem a ver com saúde financeira?

Tudo! A maioria das pessoas deseja ter uma vida financeira equilibrada, tendo saldo para pagar todas as contas do mês e ainda conseguindo economizar aquele dinheirinho para poupar.

O problema é que existem muitas pessoas que não conseguem encontrar esse equilíbrio, seja por falta de organização, gastos em excessos e acredite, até mesmo por desconhecer as despesas que ocorrem durante o mês.

Já aconteceu com você de achar que tem um saldo na conta, e ao acessar o seu extrato ver que o valor é muito menor do que você imaginava e não fazer a mínima ideia com o que aquilo foi gasto?

Sim, isso é comum! E respondendo a primeira pergunta lá no início do post, resiliência se aplicada no seu dia a dia pode ajudar a trazer um equilíbrio para as suas finanças.

Se você se vê diante do quadro exposto acima, aproveite esse post para entender como é possível melhorar as suas finanças. Se você já tem seu gasto equilibrado, compartilhe esse post para com aqueles que você conhece e que ainda não encontraram o caminho.

Como resiliência pode ajudar a administrar suas finanças

Se você acompanha os posts do nosso blog, já está cansado de saber que a resiliência se baseia em oito áreas: autocontrole, autoconfiança, análise do contexto, empatia, leitura corporal, conquistar e manter pessoas, otimismo para a vida e sentido de vida.

Pode-se dizer que a área mais importante a ser desenvolvida dentro desse contexto seria o autocontrole. O autocontrole trabalha com as crenças que se refere a capacidade de administrar o emocional de modo apropriado nos comportamentos em diferentes contextos da vida, particularmente o comportamento de se comportar com equilíbrio em situações de fortes conflitos e situações de elevada tensão.

Quer um exemplo? Tem pessoas que possuem mais de 10 cartões de crédito ativos, isso quer dizer, ela gera gastos com todos os cartões durante todo o ano. Porém, quando chega ao final de cada mês, essas pessoas percebem que a despesa foi muito maior do que a entrada e o pagamento mínimo da fatura começa e a bola de neve também.

Ter autocontrole não significa apenas não ter uma grande quantidade de cartões de crédito ativos, significa também que nesse mês não é possível comprar aquele objeto de consumo tão sonhado, ou que aquela viagem com os amigos não será possível nesse momento.

Autocontrole é quando nós temos ciência do quanto temos para receber e consequentemente para gastar.

Mas então você pode dizer – Poxa, eu sempre tentei organizar minhas finanças e nunca deu certo!

Aqui temos então uma segunda área importante da resiliência para nos ajudar, a autoconfiança. Quando trabalhamos com a autoconfiança, interferimos em crenças que tratam diretamente da convicção de ser confiante em concretizar seus propósitos e ser eficaz nos projetos idealizados.

No começo não é fácil, é preciso criar estratégias e caminhos para começar a entender as suas finanças. Mas se houver persistência, irá perceber que com o tempo as informações se tornam mais claras e o seu entendimento de onde deve haver melhorias também.

Todas as outras áreas da resiliência também contribuem e muito para um equilíbrio financeiro. Se desenvolvemos empatia, podemos contar com a ajuda de outras pessoas para nos organizar financeiramente.

A análise do contexto nos ajuda a identificar no que é possível poupar ou qual o melhor investimento. Ter otimismo de ter uma vida financeira equilibrada nos ajuda a ter maior confiança para alcançar o desejado. Ter sentido de vida, faz com que nosso dinheiro seja aplicado naquilo que queremos ter como conquista.

Por George Barbosa

fonte: blog da Sobrare

_____________________________________

Sobre o autor
George Barbosa – Autor da escala Quest_Resiliência,  Diretor Científico da Sociedade Brasileira de Resiliência (SOBRARE), Consultor na Fundação Vanzolini e Professor do curso ‘O Líder Resiliente – O uso da resiliência como recurso de enfrentamento e superação do stress no trabalho‘.

Comentários