Notícia

Primeiro Shopping Center do Brasil é certificado AQUA na fase Programa

A Fundação Vanzolini, a maior certificadora da construção civil brasileira, acaba de conceder a certificação AQUA – Alta Qualidade Ambiental, na fase Programa, para edifícios do setor de serviços e comércio, ao primeiro shopping center no Brasil: o Américas Shopping. O novo empreendimento comercial da empresa Ecia será construído no Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro.

No momento, as equipes da Ecia preparam o projeto de arquitetura que será elaborado seguindo as diretrizes do programa avalizado pelo AQUA. Para o professor Manuel Martins, coordenador do projeto AQUA na diretoria de Certificação da Fundação Vanzolini, “o mais importante é que o empreendedor mostrou que o sistema de gestão funciona e que ele tem o compromisso, o conhecimento e os recursos para projetar e edificar segundo os critérios de sustentabilidade do AQUA”.

De acordo com a Fundação Vanzolini, a integração do assistente AQUA com as equipes de projeto e as diretrizes do empreendedor na escolha dos 14 critérios de sustentabilidade afinaram o programa e o projeto de arquitetura. “Um ponto forte detectado na avaliação foi a escolha por um empreendimento voltado para o entretenimento, moda e decoração. Acho que isso vai gerar uma edificação com forte acolhimento e conforto para o usuário que visitar o shopping”, revela Martins.

Com previsão de inaugurar no primeiro trimestre de 2014, o Américas será o quinto shopping a ser construído pela carioca Ecia, construtora com sede na Barra da Tijuca. O projeto antevê uma fachada “revestida” com plantas, quatro claraboias para valorizar a iluminação natural, ambientes de estar e 2.500 vagas de estacionamento. Ao todo, serão cerca de 300 lojas, incluindo sete âncoras, cinco mega lojas e cinco restaurantes, além da praça de alimentação. Numa área construída de 124 mil m2 e área bruta locável de cerca de 35 mil m2,  o empreendimento será comercializado pela Shopinvest. A previsão de investimento deve ficar em torno de R$ 220 milhões.

Algumas soluções adotadas:

– Aproveitamento de água de chuva
– Revestimentos com maior absorção acústica
– Pontos de energia elétrica para alimentação de aparelhos celulares com energia solar fotovoltaica
– Descargas de duplo fluxo nos sanitários para redução no consumo de água
– Materiais e equipamentos de fácil manutenção
– Fachada com utilização de vegetação verde
– Vidros com fator solar com índice de absorção 0,3 de luminosidade e calor
– Áreas de manobra para a gestão dos resíduos do empreendimento durante a obra
– Possibilidade de iluminação e ventilação natural para as áreas administrativas
– Luminotécnica, instalação elétrica e de refrigeração aliados a eficiência energética

Sobre o Processo AQUA
O Processo AQUA (Alta Qualidade Ambiental), desenvolvido e adaptado pela Fundação Vanzolini, principal certificadora da construção civil do Brasil, é formado por 14 critérios de desempenho sustentável divididos em quatro grupos: construção, gestão, conforto e saúde, que auxiliam os empreendedores da construção civil para avaliar a redução do impacto ambiental e as condições ideais de conforto e saúde das obras residenciais, comerciais, complexos esportivos e arenas ou destinadas à habitação popular, além de condomínios e bairros ( nesse caso com 17 critérios que abrangem a inserção socioeconômico- ambiental no tecido urbano).

A certificação AQUA é diferente das certificações “verdes” existentes no mercado brasileiro. De aplicação mais exigente, requer o atendimento a todas as 14 categorias e a verificação por meio de auditorias presenciais em todas as fases. Ao mesmo tempo, por exigir desempenho, permite maior flexibilidade às soluções de projeto que são adotadas de acordo com o contexto do projeto, considerando região, clima, vegetação, cultura e o ambiente construído e as comunidades locais. Outro detalhe importante no Processo AQUA é que, durante a fase de projeto, são consideradas soluções passivas e ativas para a obtenção de conforto e saúde para a redução de impactos ambientais e custos operacionais da construção, ao longo de toda a vida útil das edificações. Com isso, consomem menos recursos naturais e geram menos resíduos, além de proporcionar melhores condições de conforto e saúde aos usuários. Isso abrange as fases de programa, concepção (projeto), realização (construção) e uso dos empreendimentos.

A Fundação Vanzolini mantém acordos de cooperação técnica para o desenvolvimento da Alta Qualidade Ambiental da Construção com o Cerqual, do grupo Qualitel, organismo francês de certificação de empreendimentos habitacionais, e com a Certivéa, subsidiária do CSTB (Centre Scientifique et Technique du Bâtiment), instituto francês, referência mundial em pesquisas na construção civil e responsável pela certificação de edifícios comerciais e de serviços. A certificação AQUA inclui parâmetros técnicos, regulamentações e a normalização nacional. A metodologia, baseada na certificação francesa HQE (Haute Qualité Environnementale) e no HQE Aménagement, é reconhecida por diversas entidades certificadoras no mundo (França, Alemanha, Inglaterra, Finlândia, Itália  e Estados Unidos), que fazem parte da Sustainable Building Alliance, da qual a Fundação Vanzolini é membro fundador e ocupa a vice-presidência.

Saiba mais sobre o Processo AQUA, aqui.