Notícia

O Facebook como plataforma de divulgação e venda de produtos e serviços

A rede social que completou dez anos no último mês de fevereiro transformou-se ao longo desse tempo na principal ferramenta de relacionamento pessoa da web. Contudo, recentemente, a rede social se mostrou uma grande porta de abertura para a divulgação de novas marcas no mercado. As facilidades proporcionadas pelo site chamam a atenção, principalmente, das micro e pequenas empresas e, hoje, segundo dados do próprio Facebook, a rede possui mais de 25 milhões de páginas de pequenas empresas.

Além disso, para os entendidos de programação, também se tornou possível criar dentro do Facebook a sua própria loja virtual e fazer a venda direta dos produtos ou serviços. Posteriormente foram criados gadgets que facilitaram a criação dessas lojas virtuais acopladas no perfil empresarial, embora ainda sejam pouco utilizadas no Brasil.

O professor da Fundação Vanzolini, Claudio Luis Cruz de Oliveira, analisa que o F-Commerce – variação do chamado social commerce – se tornou um canal atraente de vendas criado pelo Facebook, além disso, representa um caminho mais curto entre clientes e empresa. É preciso uma estratégia de vendas específica para o f-commerce: “O empreendedor pode criar a página de sua rede de contatos ou pode também atrair seguidores à página divulgando conteúdo relevante ao consumidor. Caso a empresa queira vender pelo Facebook, pode utilizar serviços de empresas específicas”, explica.

Vale lembrar que quando o usuário está no Facebook, é como se ele estivesse em uma conversa virtual com amigos, ou seja, torna-se cada vez mais importante segmentar o anúncio, tornando-o condizente com perfil de quem o vê.

 

Fonte: Revista Gestão & Negócios