Notícia

Instituto Emílio Ribas recebe certificação AQUA-HQE na fase pré-projeto e se prepara para retrofit

O Instituto de Infectologia Emílio Ribas, unidade da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, recebeu a certificação AQUA-HQE, concedida pela Fundação Vanzolini para construções sustentáveis, na fase pré-projeto.

O projeto, atualmente em fase executiva, prevê a construção de um prédio anexo, que contará com áreas de alta tecnologia e permitirá o aumento do número de leitos, além do restauro de construções tombadas como patrimônio histórico: o Prédio Azul e a Portaria Histórica.

Ao todo, a intervenção assinada pelo escritório Bersch & Ferreira Arquitetura e Urbanismo atinge área de 31 mil metros quadrados, buscando oferecer mais conforto aos pacientes e funcionários.

Entre as soluções arquitetônicas implantadas, estão a utilização de caixilhos duplos com vidros refletivos e dimensionados nas fachadas, visando a redução de emissão de calor; utilização de produtos reciclados (lã de pet) para enchimento das divisórias de dry-wall; projeto de bicicletário e paisagístico.

Já a MHA Engenharia desenvolveu projetos básicos que preveem a utilização de água da chuva para abastecer bacias e mictórios, medições de água individualizadas para os grandes consumos internos, luminárias mais eficientes, medidores individuais para cada unidade do edifício etc. 

O Instituto de Infectologia Emílio Ribas é responsável pela gestão de resíduos e têm implementado cursos e treinamentos de atualização e programas de conscientização junto aos funcionários.

Fonte: Arco Web

Conheça a certificação AQUA-HQE

O AQUA-HQE é um processo de controle total de um empreendimento de construção ou de desenvolvimento urbano, fundamentado em planejamento e controle desde as etapas iniciais de definição do partido arquitetônico e urbanístico, passando pelo programa, pré-projeto, projeto, execução e operação.

Visa atingir objetivos de desempenho sustentáveis nos níveis Base, Boas Práticas e Melhores Práticas de acordo com os indicadores que compõem os Referenciais de Certificação. Para garantir o controle, é requerido um Sistema de Gestão do Empreendimento.