Notícia

Fundação Vanzolini concede certificação do processo AQUA ao primeiro condomínio sustentável do Brasil

A Fundação Vanzolini, a maior certificadora da construção civil do Brasil, de forma inédita, concedeu a certificação Processo AQUA para bairros e loteamentos, na fase Programa, ao primeiro condomínio sustentável do Brasil que será construído em São Carlos, interior de São Paulo: o Residencial Damha Golf I da Damha Incorporadora. O empreendimento está localizado a cinco quilômetros do Centro da cidade, às margens da rodovia SP-318 (São Carlos-Ribeirão Preto).
 
Segundo o coordenador executivo do processo AQUA, na Fundação Vanzolini, professor Manuel Carlos Reis Martins, o condomínio residencial Damha Golf I atendeu às exigências de sustentabilidade devido ao comprometimento e à qualidade da equipe de profissionais da incorporadora Damha, que desenvolveu o Programa do empreendimento com soluções que garantem que o projeto seja sustentável, construído e utilizado com impacto ambiental reduzido.

“Após a realização de uma auditoria presencial com duração de dois dias de intenso de trabalho, com a participação de profissionais da Fundação Vanzolini, da Damha e do Assistente AQUA (a empresa de consultoria em sustentabilidade Inovatech), ficou provado que o projeto atendeu às categorias do processo AQUA para bairros e loteamentos.

Oito categorias foram avaliadas em nível excelente; quatro atingiram o nível superior e cinco foram avaliadas em nível bom de um total de 17 categorias. “No caso de condomínio, foram relacionados níveis de desempenho sobre a integração e coerência do bairro; preservação dos recursos naturais, qualidade ambiental e sanitária; integração na vida social e dinâmicas econômicas”, informa o professor Manuel Martins.

A partir de agora, a Damha deve desenvolver o projeto executivo e realizar o empreendimento de modo a obter a certificação Processo AQUA para bairros e loteamentos nas próximas fases, Concepção e Realização, que também vão passar por avaliações e auditorias presenciais realizadas pela Fundação Vanzolini.

Com a obra finalizada, o Damha Golf I será um condomínio residencial horizontal fechado, composto por 128 lotes autônomos com tamanhos variáveis, situados no Parque Eco Esportivo Damha, uma antiga fazenda transformada em parque, que agregará lazer, cultura, trabalho e moradia, em um espaço de cerca de 13 milhões de m², sendo mais de 3 milhões de m² de áreas verdes.

Os usuários terão acesso a transporte público, ciclovia, calçamentos pavimentados com piso semi-permeável e corredores verdes nas divisas entre os fundos de cada lote. Cerca de 20% da área total do empreendimento será formada por vegetação local e, na etapa de operação do condomínio, a gestão terá impacto ambiental reduzido a partir da criação de processos mais limpos com participação e conscientização dos funcionários e moradores.

Segundo José Paranhos, superintendente da Damha, o projeto Golf I terá conceitos sustentáveis inovadores para o mercado residencial brasileiro, a partir da metodologia AQUA, formada por referenciais técnicos que levam em consideração a cultura regional, tecnologias existentes, hábitos da população, clima e legislação locais. “A partir disso, com conceitos de extrema importância no século 21, a Damha deixa um legado que servirá como modelo para futuros empreendimentos no segmento residencial”, finaliza Paranhos.
 
Algumas soluções sustentáveis adotadas no projeto do condomínio:
 
Cerca de 50% da área do empreendimento será formada por áreas verdes permeáveis, que facilitarão o escoamento da água, evitando enchentes.
 
O plano urbanístico externo ampliado prevê a criação de corredores verdes que farão a ligação entre as residências.
 
Ônibus circulares, construção de ciclovias, utilização de carros elétricos coletivos e instalação de bicicletários vão contribuir para a diminuição de queima de combustível fóssil.
 
Parque esportivo para estimular a prática de atividades físicas e encontros sociais.
 
Espaços comuns flexíveis para facilitar o convívio e a realização de eventos, assembléias, reuniões e integração social do local.
 
Reaproveitamento da água de chuva para a lavagem e irrigação das áreas comuns. Vasos sanitários e torneiras economizam água. Bacias de contenção para evitar enchentes.
 
Controle de poluição atmosférica e estudos para minimizar o ruído da rodovia SP-318 (São Carlos-Ribeirão Preto).
 
Os materiais que serão utilizados na obra não deixarão resíduos no meio ambiente pois, além dos programas de redução, serão firmadas parcerias com cooperativas de reciclagem para reaproveitar os resíduos na criação de novos produtos. Cerca de 80% da mão de obra contratada e materiais adquiridos serão provenientes de São Carlos e região, estimulando a geração de empregos.
 
As piscinas e as áreas comuns vão funcionar com fonte de energia renovável que vem do sol. Serão instalados captadores fotovoltaicos para o aquecimento das piscinas e lâmpadas de LED para a iluminação das áreas comuns. As técnicas para promover e priorizar a ventilação e iluminação natural serão priorizadas. A infraestrutura de energia elétrica será subterrânea.
 
As comunidades do entorno e moradores vão participar de cursos de capacitação sobre sustentabilidade e gestão para a integração social. Todos terão acesso aos serviços básicos.
 
Os edifícios comuns e as residências do Damha Golf I estarão em sintonia com o espaço público e serão construídos sem interferir na visão geral da cidade de São Carlos.
 
A futura administração do condomínio será responsável pela plantação de mudas para preservar a vegetação local e organizar encontros para a discussão de temas sobre educação ambiental com grupos de alunos de escolas públicas e particulares.
 
Projeto do Condomínio Residencial Damha Golf I
Data do início das obras: abril de 2012
Data prevista da entrega da obra: outubro de 2013
Link do projeto:
www.damha.com.br/hotsite/hotsite_home.aspx?empreendimento=35